Rodrigo Goulart
1591 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Sobre o escolhido para treinar a Chapecoense: Hemerson Maria

- Publicidade -
 

O planejamento da Chapecoense para o próximo ano começou. Mesmo com chances matemáticas de permanecer na Série A do futebol brasileiro, os dirigentes já trabalhavam com o cenário de Série B. O elenco será reformulado. O vice Mano Dal Piva e o gerente Michel Gazola colocaram a mão na massa. Reuniões, contatos, negociações. Se depender do esforço dos dirigentes, o Verdão terá um time bom e barato e também resolverá logo os principais problemas – contratos caros e longos do atual grupo.

O treinador da Chape para 2020 está definido. O departamento de futebol listou alguns nomes e elegeu Hemerson Maria (foto), 47 anos, como plano A. As conversas evoluíram bem. Quase certo que o ex-profissional de Avaí, Figueirense e Joinville treinará o Verdão. De minha parte, só estou pelo anúncio oficial. Ouvi de um dirigente pouco antes de a bola rolar para Botafogo x Chapecoense, na quarta (27): “Tem a nossa cara, vai ser ele”. Marquinhos Santos veio a Chapecó mediante acordo para voltar ao Juventude (RS), até o dia 15 de dezembro, situação que explica a procura por um novo técnico.

A julgar pelos resultados de Hemerson Maria, podemos acreditar no sucesso dele na Chapecoense. Foi campeão da Série B pelo Joinville. Tem experiência na segunda divisão nacional. O currículo do “manezinho da Ilha” neste campeonato é o seguinte: 75 vitórias, 60 empates e 57 derrotas. Em 192 jogos, o aproveitamento do comandante é de 49,5%. Este é o percentual de pontos conquistados pelo CRB na edição de 2019 – os alagoanos estão em sexto lugar. Hemerson costuma brigar pelo acesso.

Hemerson Maria é trabalhador, honesto e humilde. Conversei com algumas pessoas de outras regiões. Todas destacaram o caráter do futuro técnico da Chapecoense. É praxe no futebol o treinador pedir jogadores – normal, desde que haja um limite, lógico. Então, é primordial trazer um comandante de confiança. Neste ano, as indicações beiraram o ridículo. Veio até jogador “gato”. Creio que Hemerson Maria não virá para passar a conversa nos diretores. Hoje, isso já é meio caminho andado.

Ninguém aporta em um estádio com a garantia que dará certo. Por isso que, antes de efetivar a contratação, é preciso analisar bem os prós e os contras. Pelos seus números e características, a tendência é Hemerson Maria se encaixar na Chapecoense. Importante também firmar um acordo que não onere o clube em caso de demissão. Alguns dos outros nomes que foram avaliados pelo Verdão: Bolívar, Cláudio Tencati e Matheus Costa. No comparativo, penso que Hemerson Maria foi uma boa escolha.

DEIXE SEU COMENTÁRIO