Camila Silveira
53 ARTIGOS
Compartilhe conosco o amor pelos bichinhos. Envie fotos, vídeos e histórias. Nos ajude a construir esse espaço, participe redacao@diariodoiguacu.com.br ou pelo whatsApp (49) 99967-2258.

Três cuidados com o seu pet em dias quentes

- Publicidade -
 

Sombra e água fresca: é isso o que se espera de dias ensolarados como os que têm feito nos últimos dias, não é? Mas a verdade é que o verão pode ser aproveitado de diversas formas, inclusive com os nossos patudinhos.

Caminhadas e passeios ao ar livre são uma ótima oportunidade de sair com os amigos de quatro patas e curtir a estação. Mas alguns cuidados são necessários para que o cão ou gato siga com muita saúde ao longo dessa e das próximas estações.


Segundo o especialista Marcio Barboza, médico-veterinário e gerente técnico Pet da MSD Saúde Animal, durante os dias mais quentes os cuidados com cães e gatos devem ser redobrados devido à tendência do aumento de saídas e contato com outros animais, que podem ser fontes de doenças se o pet não estiver devidamente protegido.

Por isso o especialista traz três importantes dicas para aproveitar ao máximo a estação:

1 - Hidratação é fundamental

Mantenha o recipiente do seu pet com água fresca, evitando deixá-la exposta a locais que pegam sol, pois isso pode aquecê-la e desestimular o pet a beber. Além disso, na ocasião de passeios mais longos lembre-se de levar uma garrafa com água e um pote para oferecer o líquido ao seu amigo.

2 - Xô, pulgas e carrapatos

Poucas coisas são mais incômodas a um pet do que ter pulgas e carrapatos em seu corpo. Além de causar grande coceira no animal, elas podem trazer sérias doenças – inclusive para a sua família! Por isso, utilize antiparasitários de longa duração, que evitam também a disseminação dos parasitas no ambiente.

3 - Atenção às patinhas

Sabe aquela sensação de queimar o pé na areia da praia nos dias muito quentes? O seu pet pode sofrer com isso todos os dias se você não tomar cuidado com o horário do passeio. Muitas vezes, o coxim do animal (também conhecido como “almofadinha” da pata) pode se queimar no asfalto muito quente, comum nas grandes cidades. Portanto, prefira horários com temperaturas mais amenas, como de manhã e final do dia.

Tá sabendo? Agora tem uma clínica só para gatos em Chapecó


DEIXE SEU COMENTÁRIO