A força e a tradição do cooperativismo que alavacam o Oeste de SC

Maior cooperativa do Estado coleciona dados positivos. Têm hoje cerca de 100 mil pontos de venda no país e exporta para mais de 60 países

- Publicidade -
 

Com uma receita de R$ 5,8 bilhões no mercado interno e R$ 1,7 bilhão no externo, no ano de 2015, a Aurora é uma das maiores agroindústrias do país.

A companhia coleciona dados impressionantes, que são, na verdade, a colheita de anos de parcerias com cooperativas e, principalmente, com famílias rurais que mudaram o conceito de produção para acreditar na potência de um mercado em plena expansão. Têm cerca de 100 mil pontos de venda no Brasil e exporta para mais de 60 países.

>>> Conheça o projeto Oeste Inovador

>>> Últimas notícias <<

A Aurora é uma criação do cooperativismo. Com o desenvolvimento da pecuária, surgiu uma nova oportunidade de industrializar a produção de suínos, mais tarde das aves, e, recentemente, da atividade de laticínios.

"Foi colocada em prática à ideia de, numa única marca, agregar a produção de diversas cooperativas. Até porque, individualmente, cada uma dessas cooperativas não teria recursos para investir na industrialização de fábricas”, explica o vice-presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Neivor Canton.

É a prática da intercooperação, uma marca guarda-chuva para que todas as cooperativas pudessem industrializar e buscar o mercado. Os pequenos produtores rurais se inviabilizaram sem o trabalho conjunto, que reduz as exigências individuais no esforço do todo.

“As empresas cooperativas, que nada mais são do que organizações empresariais também, passaram a ter visões dos negócios de maneira competitiva e esse mercado ainda hoje é desafiador. Profissionais precisam sempre ser buscados, pessoas preparadas e é preciso que os próprios quadros das cooperativas se especializem”, ressalta o vice-presidente.

Com isso, conseguiu que seus produtos saiam para o mercado com as devidas normas nacionais e internacionais de mercado, possibilitando acesso ao consumidor japonês, chinês, russo e americano. Para realizar esse controle de sanidade e qualidade, são mais de 500 técnicos distribuídos nas 13 cooperativas.

Empreendedorismo rural

O produtor rural percebeu que sua propriedade, agora, é um empreendimento. “Já estamos colhendo preciosos resultados como o retorno dos jovens que em outros tempos deixaram a propriedade por falta de expectativa. Muitos buscaram formação acadêmica e aplicam na fazenda”, admite Canton.

A empresa poderia ter competitividade e rentabilidade mais expressivas se os custos portuários do país fossem semelhantes aos europeus e dos Estados Unidos, e também se houvesse a opção de meios de transporte mais econômicos, como ferrovias.

Para compensar em parte essas dificuldades, a Aurora iniciou a experiência de deslocamento de produção dos portos de Santa Catarina para atender mercados do sudeste e nordeste pela via de cabotagem, um transporte marítimo realizado por balsas.

Resultados coletivos

Resultado que beneficia milhares de pessoas. Entre produtores cooperados e trabalhadores do sistema, são mais de 100 mil famílias. "Um trabalho anual de resultados e melhorias com um serviço efetivo ao desenvolvimento econômico e social, não apenas da região onde estamos inseridos, mas a todo esse país que tanto precisa se organizar", finaliza o vice-presidente.

A propriedade agronegócios Specht é um exemplo. Trabalha com 1,2 mil cabeças de suínos na linha São João, em São Carlos, cidade com 10,2 mil habitantes. A inovação com um sistema computadorizado de alimentação garantiu ganho imediato.

"A evolução foi muito grande principalmente com a genética e alimentação. Fomos agraciados com um treinamento de ponta que nos fez evoluir. Não ficamos estagnados no tempo", ressalta o proprietário Rafael Specht

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Renovigi, empresa de Chapecó, cresce mais de 700% em dois anos
Empresa de São Lourenço do Oeste conquista mercado internacional
Tecnologia produzida no Oeste para o mercado nacional
Indústria de móveis do Oeste conquista mercado mundial
O valor de um pãozinho
A força e a tradição do cooperativismo que alavacam o Oeste de SC
Comprometimento regional para crescer ainda mais