A pedido do jogador, Chapecoense rescinde contrato do lateral direito Bryan

No acordo, clube ficará com 10% dos direitos econômicos do atleta

- Publicidade -
 

O lateral direito Bryan não faz mais parte do grupo de jogadores da Chapecoense. Conforme comunicado emitido pelo clube do Oeste catarinense na tarde desta segunda-feira (4), o encerramento do vínculo foi uma solicitação do próprio atleta.

Bryan, 23 anos, tinha mais um ano de contrato. A ligação com o time verde-branco iria até dezembro de 2020. No acordo firmado para a liberação, o Verdão ficará com 10% dos direitos econômicos em caso de negociação futura. Não foi informado qual será o destino do profissional.

Revelado pelo sub-20 da agremiação, Bryan, que começou a carreira como meia-atacante, era pouco utilizado pelo técnico Marquinhos Santos. A sua última partida foi no empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, no dia 13 de outubro, pela Série A do futebol brasileiro. Em 2019, ele entrou em campo 11 vezes e marcou um gol.

Além da Chape, Bryan defendeu o Concórdia, na segunda divisão catarinense de 2016, e o Náutico, na Série C nacional do ano passado. Nos dois casos, atuou por empréstimo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Após rescindir com a Chape, Bryan diz estar 'voltando para casa' ao acertar com o Náutico
Chapecoense contra o Ceará: Amaral na zaga, nova chance a V. Locatelli e volta de H. Almeida
Chapecoense vence o Avaí e larga em vantagem na decisão do Catarinense Sub-15
Adversário de Maninho De Nes na eleição, Mano Dal Piva é o novo vice de futebol da Chape
Em clima de decisão, técnico Yan trabalha mentalidade vencedora no sub-15 da Chapecoense
Site esportivo da Itália sobre o momento da Chapecoense: falência e rebaixamento
Em reformulação fora de campo, Chapecoense começa a anunciar novos dirigentes após renúncias
Revelação da base, Hiago é o único zagueiro da Chapecoense em condição de jogo
Chapecoense pode ser rebaixada, matematicamente, na próxima rodada do Brasileirão
Chape paga salário dos funcionários com renda do último jogo. Atletas ainda esperam