Ação do Ministério Público resulta em R$ 94 mil à Nova Itaberaba

O valor repassado é referente à condenação do ex-presidente da Câmara por ato de improbidade administrativa

- Publicidade -
 

Um ex-vereador de Nova Itaberaba foi processado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e condenado por ato de improbidade administrativa. Enquanto presidente da Câmara Municipal, ele deixou de extinguir o mandato do então prefeito, que teve seus direitos políticos suspensos por conta de condenação em processo-crime.

A ação civil pública foi ajuizada pela 10ª Promotoria de Justiça da Comarca de Chapecó. Diligências e depoimentos colhidos constataram que o ex-vereador não extinguiu o mandato do ex-prefeito mesmo após receber duas notificações sequenciais, sendo a primeira expedida por juiz eleitoral e a segunda pelo Ministério Público Eleitoral.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Para o Ministério Público, as condutas configuram atos de improbidade administrativa que afrontaram os princípios da impessoalidade, da legalidade e da moralidade administrativa. As sanções aplicadas ao ex-vereador foram multa civil de 10 vezes de sua última remuneração no cargo, e a suspensão de seus direitos políticos por três anos.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Ainda, reparação do dano ao erário, no montante correspondente ao subsídio que foi pago ao ex-prefeito no período de 29 de setembro de 2008 a 31 de dezembro de 2008. A ação do MPSC, o cumprimento da sentença e o pagamento por parte do ex-vereador, no dia 18 de novembro, resultaram em R$ 94.020,80 aos cofres públicos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Governo prepara consulta aos 600 mil servidores federais
“O argumento usado para o pedido de impeachment é fantasioso”, diz procurador do Estado
Audiências regionalizadas vão analisar investimentos da saúde nos municípios
Lideranças pedem emendas parlamentares para Maravilha
Arestide Fidelis desiste de recurso e se apresenta para cumprir sentença
Deputados debatem decisão do TJSC sobre paralisação do processo de impeachment
Entenda o motivo do pedido de impeachment contra o governador ter sido suspenso
Eleições municipais: votação deve ser estendida em pelo menos uma hora
Projeto da sede própria da Câmara de Chapecó fica pronto em novembro
Líderes têm cinco sessões para indicar membros da Comissão do impeachment