Alesc homenageia os 50 anos da Cooperativa Aurora

Sessão especial reconheceu a história da instituição, que é a maior cooperativa de alimentos do Brasil

- Publicidade -
 

Uma sessão especial da Assembleia Legislativa marcou as comemorações dos 50 anos de fundação da Cooperativa Central Aurora Alimentos na noite desta terça-feira (12). Iniciativa dos 15 deputados estaduais que formam a Bancada do Oeste, o evento reconheceu a história da instituição, que completa cinco décadas com o status de maior cooperativa de alimentos do Brasil.

O deputado Altair Silva (PP), que falou em nome dos parlamentares do Oeste, explicou que a homenagem tinha como objetivo destacar o fato de a Aurora representar uma marca de Santa Catarina no Brasil e no exterior. “Uma marca consolidada pelo trabalho, pela história, pela honestidade, pelo homem que trabalha e produz. Por quem se dedica à atividade do agronegócio. Uma marca que é um orgulho para todos nós catarinenses e, especialmente para Chapecó, que é a sede do conglomerado”, afirmou.

Altair comentou que a homenagem é justa também pela trajetória de um grupo que “nasceu do trabalho, da dificuldade, em 1969”, para chegar hoje a um faturamento de mais de R$ 10 bilhões por ano, consolidada como uma das maiores empresas de Santa Catarina, empregando mais de 28 mil colaboradores diretos e mais de 10 mil empregados das cooperativas do sistema.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Presidente em exercício da Assembleia Legislativa, o deputado Mauro De Nadal (MDB) citou como fator de grande importância o fato de a Aurora fazer parte da vida dos catarinenses. “Esse modelo cooperativista é sustentado pela Aurora e por mais 11 cooperativas em Santa Catarina e serve de exemplo para países vizinhos. Um exemplo de produtividade, mas também de qualidade. Tanto que o nosso agronegócio é tão desenvolvido graças a esse trabalho criado ao longo destes 50 anos, que levou oportunidade para o agricultor com técnicas e com conhecimento, para produzir e fazer com que a economia catarinense se desenvolva. Então devemos muito à Aurora por essa história maravilhosa”.

Para o vice-presidente da Aurora, Neivor Canton, a homenagem representa um reconhecimento justo, principalmente aos agricultores, às cooperativas filiadas e aos funcionários. “Não somos uma empresa que busca o lucro, somos uma cooperativa, mas que busca realizar no mercado o papel de qualquer empresa, que é produzir, obter resultados. Então, o Parlamento catarinense, ao reconhecer este trabalho, aumenta ainda mais a responsabilidade de todos nós em continuarmos a prestar um serviço confiável à sociedade brasileira e catarinense, produzir alimentos de excelência”.

Segundo o dirigente, a Aurora é sinônimo de muito trabalho e dedicação. “São cinco décadas atravessadas com lideranças muito dedicadas, sempre olhando para as necessidades principalmente dos pequenos produtores rurais, que são a maioria dos quadros das nossas 11 cooperativas. São mais de 70 mil famílias e mais de 30 mil empregados em nossas unidades. Podemos afirmar com toda a tranquilidade que a Aurora passou a ser uma grande família, com mais de 100 mil famílias cuidando das famílias brasileiras e do mundo”.

Presente em várias regiões do país e em vários países, a Cooperativa Aurora faz um trabalho que inicia na propriedade do pequeno agricultor, passa pela industrialização até chegar na mesa do consumidor. Fundada em 15 de abril de 1969, a partir da iniciativa de 18 homens representando oito sociedades cooperativas, ela hoje tem uma capacidade de abate de 20 mil suínos por dia,1 milhão de aves diariamente e faz o processamento de 1,5 milhão de litros de leite a cada nova jornada.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Formado por 11 cooperativas filiadas, o conglomerado representa mais de 65  mil famílias de empresários rurais, 28 mil empregados diretos e mais de 10 mil empregados das cooperativas do sistema, num total de mais de 100 mil famílias no campo e na cidade vinculadas ao grupo que se espalha por cerca de 300 municípios brasileiros.

No ano passado, a receita bruta da Aurora atingiu R$ 9 bilhões, com crescimento de 2,5% em relação a 2017. Quase todo o volume de vendas, em torno de 76%, foi para o mercado interno e os 24% restantes para o exterior. Este ano o faturamento deve fechar a R$ 10 bilhões e, para 2020, a meta é chegar a R$ 12 bilhões.

Em termos de retorno financeiro aos quase 300 municípios onde atua, em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul, a Aurora – diretamente ou por meio de suas filiadas – gerou, em 2018, R$ 1,2 bilhão em ICMS, R$ 3,6 bilhões em valor adicionado na atividade agropecuária, R$ 2,8 bilhões na atividade industrial e R$ 1,1 bilhão em remuneração e encargos sobre a folha de pagamento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

PP de Chapecó realiza convenção municipal neste sábado (7)
Governo do Estado libera R$ 8 milhões para obras na região do Alto Uruguai
Luciano Buligon faz balanço das ações deste ano e projeções para 2020
Audiência pública da Alesc debate GTA e exames de mormo e anemia equina
Ex-secretário e quatro empresas são condenados por fraudar licitações para manutenção de ônibus escolares
Altair Silva apresenta emendas para recuperação da SC-283
Trocas de secretários previstas para o início do ano em Chapecó
Votação da reforma da Previdência estadual fica para 2020
Desembargador Ricardo Roesler é eleito presidente do Tribunal de Justiça de SC
Câmara de Chapecó aprova orçamento para 2020