Alesc vai criar Frente Parlamentar para Nova Rota do Milho

Deputado Marcos Vieira vai instalar a Frente durante Fórum Internacional em Chapecó

- Publicidade -
 

Lideranças empresariais e políticas do Brasil, da Argentina e do Paraguai estarão reunidas em Chapecó a partir da próxima segunda-feira (11) para participar do Fórum Internacional Agro Sem Fronteiras, evento que debaterá toda a cadeia produtiva, com palestras, rodadas de negócios e a instalação da Frente Parlamentar em Favor da Nova Rota do Milho. A proposta foi apresentada pelo deputado estadual Marcos Vieira (PSDB).

A Frente reunirá parlamentares catarinenses e contará com o apoio dos parlamentares da Argentina do Paraguai. “E um evento importante para Santa Catarina e especialmente para o Grande Oeste, pois vamos reunir todos interessados em um assunto que promete ser um novo ciclo de desenvolvimento para nosso Estado, já que vai influenciar todos os processos que envolvem o milho para consumo animal”, disse Vieira.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

O Fórum, que é promovido pelo Bripaem – Bloco Regional de Intendentes, Prefeitos, Alcaldes e empresários do Mercosul e pelo Fórum de competitividade e desenvolvimento da para o Oeste de Santa Catarina acontecerá de 11 a 14 de novembro, no Centro de Eventos Plínio Arlindo De Nes e contará com a presença da ministra da Agricultura Tereza Cristina. A programação se inicia dia 11 às 9h e a instalação da Frente será feita às 10h.

A intenção da criação da Frente Parlamentar é agilizar e fortalecer os entendimentos para a importação do milho consumido em Santa Catarina, que virá do Paraguai, passando por balsas pela Argentina e entrando via terrestre por Dionísio Cerqueira e abastecer todo o Estado. “O milho vem do Centro Oeste brasileiro via terrestre, o que acaba gerando custos para a agroindústria. Com a nova rota esse valor será reduzido”, explica.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Para o deputado, a medida vai beneficiar todo o mercado, inclusive, para o consumidor final. Santa Catarina é o maior importador de milho do País e adquire por ano mais de três milhões de toneladas do cereal de Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul. A criação da Nova Rota do Milho ganhou força a partir de 2017, quando na cidade de Encarnación, no Paraguai, foi realizada o encontro Conexão Transfronteiriça.

No encontro, foi firmado um documento de intenções entre os três países. “Mas antes disso, estávamos estudando a Nova Rota do Milho há mais de um ano para que essa alternativa pudesse ser criada”, explicou Vieira, que também participou do evento. Um dos palestrantes durante a instalação será a do presidente da Aurora Alimentos, Mário Lanznaster.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

No Twitter, Moro compartilha imagem de Chapecó em apoio ao pacote anticrime
PSD de Chapecó planeja ações e vem forte para 2020
Os reflexos em Santa Catarina da saída de Jair Bolsonaro do PSL
PL do rescaldo dos benefícios fiscais chega à Assembleia Legislativa
Alesc homenageia os 50 anos da Cooperativa Aurora
Rodovia SC-160 passa a se chamar Rodovia Milton Sander
Município de Águas Frias promove eventos comemorativos
Ex-prefeito de Nova Itaberaba perde direitos políticos por três anos
Secretário de Cordilheira Alta descarta possibilidade de fusão
Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso