Altair Silva apresenta emendas para recuperação da SC-283

Deputado quer R$ 12 milhões no próximo ano para manutenção da rodovia

- Publicidade -
 

O deputado estadual Altair Silva (PP) apresentou na Assembleia Legislativa do Estado (Alesc) duas emendas, uma na Lei Orçamentaria Anual (LOA) e outra no Plano Plurianual (PPA) de 2020, para garantir mais recursos para a manutenção da SC-283, uma das principais vias de escoamento da produção da região Oeste catarinense, que está em situação muito precária.

Nas últimas semanas o deputado apresentou e cobrou na casa legislativa diversas indicações pedindo a manutenção preventiva e a revitalização da via. “Queremos que pelo menos as manutenções necessárias sejam realizadas. O Governo quer garantir apenas 266 mil para o próximo ano, e a nossa emenda vai colocar mais R$ 12 milhões para 2020”, destacou Altair.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Segundo as propostas, além do valor já garantido pelo Governo, a intenção é que para 2020 sejam disponibilizados R$ 12 milhões. E mais R$ 50 milhões para os próximos quatro anos, já que a Secretaria da Infraestrutura informou que aguarda um financiamento para que a rodovia possa ser recuperada. “Nossa intenção é de que a SC-283 seja revitalizada urgentemente”.

A falta de acostamento e terceiras pistas, além dos constantes buracos na via estão entre os principais problemas da rodovia, que inicia em Concórdia e vai até Itapiranga, e tem ao todo 233 quilômetros. “Até que a revitalização não seja feita, precisamos pelo menos manter as manutenções paliativas, para minimizar os prejuízos e insegurança de quem trafega pela via”.

PL das micro cervejarias é aprovada na CCJ

Altair Silva apresentou emenda modificativa ao projeto de lei 458/2019, que tramita na Alesc e trata sobre os benefícios fiscais do setor cervejeiro. A proposta foi aprovada nesta semana na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e garante a continuidade do benefício fiscal ao setor de micro cervejarias. A proposta segue para a Comissão de Finanças e depois para o Plenário.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

O setor teve um crédito presumido equivalente a até 13% do ICMS sobre a saída de cervejas e chopes artesanais produzidos em Santa Catarina. “Esse foi um pedido que recebi do setor, que emprega milhares de pessoas no Estado. A melhor forma de manter a competitividade das cervejas catarinenses e garantir a expansão do mercado é evitar o aumento de tributos”, disse.

Instituído em 2009, o benefício muda o benefício e  ao benefício do Rio Grande do Sul. O setor gera emprego, renda e incremento na arrecadação de tributos e também ao turismo catarinense. Segundo dados, 82% das cervejarias adotam o regime fiscal do Simples Nacional e, se mantivesse a proposta do Governo, o aumento na carga tributária poderia chegar a 40%.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Prefeito busca apoio para agenda em Brasília sobre a BR-163
PSC de Chapecó confia na via alternativa para a eleição municipal
Ministério Público passa a monitorar contratação de segundo professor para 2020
Plano de Mobilidade Urbana segue em implementação em Chapecó
Partido NOVO não participará da eleição em Chapecó
Nova regra sobre taxas cobradas nos cartórios em SC entra em vigor em março
Lideranças costuram nova via para a eleição em Chapecó
Prefeito de Concórdia é o novo vice-presidente estadual do PSDB
Governador sanciona leis sobre benefícios fiscais em SC
Comissão Especial se reúne para avaliar Código de Posturas de Chapecó