Ana Munarini é a nova presidente do PT em Chapecó

Advogada assume em janeiro de 2020 e já planeja as ações para a eleição municipal

- Publicidade -
 

O Processo de Eleições Diretas (PED) do PT foi realizado neste domingo (8) em todo o País. Na primeira etapa foram escolhidos os novos presidentes municipais, os diretórios municipais, e as composições dos novos diretórios estaduais e nacional. Os presidentes no Estado e País são escolhidos depois por delegados eleitos com base na proporcionalidade dos votos das chapas.

Em Chapecó, a atual vice-presidente, Ana Elsa Munarini, foi eleita por consenso. Ela substituiu Mauro Postal, que preside o PT municipal desde 2014, por dois mandatos seguidos. Ana Elsa assume em janeiro e deve ficar por quatro anos à frente da presidência. As demais vagas na executiva, como vice-presidente, secretário e tesoureiro, serão preenchidas pelo diretório.

Para a composição do diretório também houve consenso. Ele é formado por 44 membros, com mais 10 pessoas para o Conselho Fiscal e outros 10 para a Comissão de Ética. Em Chapecó, o partido conta hoje com quatro cargos eletivos, sendo dois vereadores, Cleber Ceccon e Marcilei Vignatti, a deputada estadual Luciane Carminatti e o deputado federal Pedro Uczai.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Ana Elsa é advogada, tem 34 anos, e é ligada ao movimento das mulheres camponesas. Seu pai, Antoninho Munarini, foi suplente de vereador e chegou a assumir o mandato por dois meses, em 2014, no rodízio adotado pelo PT na Câmara de Chapecó. A nova presidente diz que dará sequência no trabalho e planejamento partidário municipal adotado nos últimos anos.

Ela ressalta que o PT conta hoje com 18 pré-candidatos a vereador e que o objetivo é lançar chapa cheia, com 32 anos. A intenção é, ao menos, dobrar a bancada – de dois para quatro vereadores. Ainda, o partido dialoga com outras agremiações com o objetivo de construir uma frente para concorrer à prefeitura em 2020. “Antes de nomes, vamos falar de projeto”, diz.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

“Juntos vamos trabalhar para construir uma frente ampla de esquerda e devolver Chapecó aos trabalhadores e trabalhadoras desta cidade”, explica ela. No Estado, cinco chapas concorreram ao diretório estadual, sendo que a formação será com base na proporcionalidade de votos recebidos por cada chapa. Ainda, foram eleitos os novos delegados ao Congresso Estadual.

Esta etapa define o presidente estadual. Os Congressos Estaduais serão realizados nos dias 19 e 20 de outubro. Em Santa Catarina, está marcado para Joinville. O atual presidente estadual do PT, o ex-deputado federal Décio Lima, vai buscar a reeleição. O outro candidato é o ex-deputado estadual Dirceu Dresch, que quer assumir o comando do partido em Santa Catarina.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Congresso de Prefeitos inicia nesta terça-feira (24)
PL confirma Elio Cella como pré-candidato em Chapecó
PSDB realiza seminário de preparação para candidaturas de 2020
Ministro promete liberação de R$ 89 milhões para rodovias catarinenses
Docentes da UFFS podem deflagrar greve
Consuni avaliará pedido de destituição do reitor da UFFS
Mesa redonda reúne presidentes de órgãos governamentais de SC
Repasses federais destinados a SC na área da saúde poderão cair 40% em 2020
Defesa Civil interdita sede da Funai em Chapecó
Projeto que altera Fundo Eleitoral é aprovado na Câmara