Ana Munarini é a nova presidente do PT em Chapecó

Advogada assume em janeiro de 2020 e já planeja as ações para a eleição municipal

- Publicidade -
 

O Processo de Eleições Diretas (PED) do PT foi realizado neste domingo (8) em todo o País. Na primeira etapa foram escolhidos os novos presidentes municipais, os diretórios municipais, e as composições dos novos diretórios estaduais e nacional. Os presidentes no Estado e País são escolhidos depois por delegados eleitos com base na proporcionalidade dos votos das chapas.

Em Chapecó, a atual vice-presidente, Ana Elsa Munarini, foi eleita por consenso. Ela substituiu Mauro Postal, que preside o PT municipal desde 2014, por dois mandatos seguidos. Ana Elsa assume em janeiro e deve ficar por quatro anos à frente da presidência. As demais vagas na executiva, como vice-presidente, secretário e tesoureiro, serão preenchidas pelo diretório.

Para a composição do diretório também houve consenso. Ele é formado por 44 membros, com mais 10 pessoas para o Conselho Fiscal e outros 10 para a Comissão de Ética. Em Chapecó, o partido conta hoje com quatro cargos eletivos, sendo dois vereadores, Cleber Ceccon e Marcilei Vignatti, a deputada estadual Luciane Carminatti e o deputado federal Pedro Uczai.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Ana Elsa é advogada, tem 34 anos, e é ligada ao movimento das mulheres camponesas. Seu pai, Antoninho Munarini, foi suplente de vereador e chegou a assumir o mandato por dois meses, em 2014, no rodízio adotado pelo PT na Câmara de Chapecó. A nova presidente diz que dará sequência no trabalho e planejamento partidário municipal adotado nos últimos anos.

Ela ressalta que o PT conta hoje com 18 pré-candidatos a vereador e que o objetivo é lançar chapa cheia, com 32 anos. A intenção é, ao menos, dobrar a bancada – de dois para quatro vereadores. Ainda, o partido dialoga com outras agremiações com o objetivo de construir uma frente para concorrer à prefeitura em 2020. “Antes de nomes, vamos falar de projeto”, diz.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

“Juntos vamos trabalhar para construir uma frente ampla de esquerda e devolver Chapecó aos trabalhadores e trabalhadoras desta cidade”, explica ela. No Estado, cinco chapas concorreram ao diretório estadual, sendo que a formação será com base na proporcionalidade de votos recebidos por cada chapa. Ainda, foram eleitos os novos delegados ao Congresso Estadual.

Esta etapa define o presidente estadual. Os Congressos Estaduais serão realizados nos dias 19 e 20 de outubro. Em Santa Catarina, está marcado para Joinville. O atual presidente estadual do PT, o ex-deputado federal Décio Lima, vai buscar a reeleição. O outro candidato é o ex-deputado estadual Dirceu Dresch, que quer assumir o comando do partido em Santa Catarina.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Bancada do Oeste elege novo coordenador e define prioridades para 2020
Casan e Consórcio Iberê renovam convênio para proteção da Mata Ciliar
PSL catarinense notifica quatro deputados sobre processo de expulsão
Entenda como vai funcionar a escola cívico-militar de Chapecó
Reunião debate transporte e destino de resíduos sólidos em Chapecó
Experiência do programa Lixo Zero é apresentada em Lages
PSD catarinense reúne prefeitos em Florianópolis
Projetos alteram pontos do Código Ambiental em Santa Catarina
Moção da Acamosc pede recuperação completa da BR-282
OPINIÃO: Reforma da Previdência em Santa Catarina