Em semana pesada, Chape busca vitória sobre o Criciúma para começar nova fase

Equipe do Oeste catarinense ainda não sabe o que é vencer na competição

- Publicidade -
 

Lesões, jogador com varicela, cobranças internas. Enfim, uma semana pesada na Chapecoense. Soma-se aos últimos acontecimentos a má campanha da equipe verde-branca na Série A do futebol catarinense. A situação é ruim, mas o clube do Oeste tem oportunidade de acabar com a turbulência na Arena Condá.

Em penúltimo lugar com apenas dois pontos, o time do técnico Hemerson Maria enfrenta o Criciúma neste sábado (15), às 17h, em Chapecó. Uma vitória, que seria a primeira no Estadual de 2020, dará ânimo para as últimas rodadas da primeira fase. O triunfo também pode tirar o Verdão da zona do mata-mata de rebaixamento. Para isso, o Tubarão precisa perder para o Concórdia, domingo, fora de casa. A desvantagem para a agremiação do Sul do Estado é de três pontos.

A Chape terá de superar desfalques. O goleiro João Ricardo foi diagnosticado com varicela e está em tratamento domiciliar. O volante Alan Santos sofreu estiramento no ligamento colateral medial do joelho esquerdo e em duas semanas saberá se vai precisar passar por cirurgia. Voltando de suspensão de dois anos por doping, o também volante Moisés Ribeiro rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e será operado – não retorna antes de seis meses.

Dos atletas inscritos no campeonato, já estavam no departamento médico o lateral esquerdo Roberto e o volante Ronei. Outra baixa para encarar o Tigre é o atacante Paulinho Moccelin, expulso na última partida. Em compensação, o goleiro Elias se recuperou de lesão muscular no abdômen e será o imediato de Tiepo; o zagueiro Kadú voltou a treinar nesta sexta após sofrer corte na canela e vai para o jogo; e o centroavante Anselmo Ramon retorna de suspensão e está escalado.

Mudanças

As baixas e os retornos provocam mudanças na escalação, inclusive no esquema tático. Tiepo ganha a vaga de João Ricardo. Na ausência de Alan Santos, Hemerson Maria abre mão do 4-4-2 e opta pelo 4-3-3, com a volta de Anselmo Ramon. Por opção, o treinador saca o lateral direito Matheus Ribeiro e o atacante Aylon para apostar em Marcos Vinícius e Renato – este, apesar de destro, jogará na ponta esquerda. O meia Foguinho, que teve o seu contrato estendido até dezembro de 2023, estará no banco pela primeira vez.

Além dos titulares (confira ficha técnica abaixo), foram relacionados o goleiro Elias, os laterais Matheus Ribeiro e Vinícius Freitas, os zagueiros Joílson e Hiago, o volante Tharlis, os meias Diego Torres e Foguinho e o atacante Aylon. 

Reuniões no vestiário

A derrota para o Marcílio Dias, no domingo passado (9), foi a terceira consecutiva da Chapecoense. O revés em Itajaí desencadeou cobranças internas. O departamento de futebol se reuniu com o grupo de jogadores antes do treinamento de terça-feira para pedir evolução. Os atletas também se reuniram entre eles. As conversas no vestiário do CT da Água Amarela duraram cerca de duas horas.

ADVERSÁRIO

O técnico Roberto Cavalo não pode contar com o volante Foguinho, um dos destaques do Criciúma, e o lateral esquerdo Bruno Oliveira, lesionados, o atacante Andrew, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No ataque, entra Léo Ceará, e, na esquerda, Wellington, que é zagueiro. No meio, será mantido o esquema 4-4-2 com a ausência de Foguinho. O Tigre busca a vitória para se aproximar da classificação às quartas de final.


CHAPECOENSE x CRICIÚMA

Chapecoense; Tiepo; Marcos Vinícius, Kadú, Derlan e Alan Ruschel; Anderson Leite, Vini Locatelli e Yann Rolim; Ari Moura, Anselmo Ramon e Renato. Técnico: Hemerson Maria.

Criciúma: Paulo Gianezini; Victor Guilherme, Rodrigo Milanez, Fábio e Wellington; Adenilson, Christofer, Eduardo e Carlos César; Léo Ceará e Daniel Cruz. Técnico: Roberto Cavalo.

Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Helton Nunes e Henrique Neu Ribeiro.

Data: 15 de fevereiro de 2020. Horário: 17h. Local: Arena Condá, em Chapecó (SC).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense cria vaquinha virtual para honrar compromisso com os colaboradores
Atacante Roberto, da Chapecoense, segue internado após diagnóstico de coronavírus
Chapecoense volta para Chapecó e prepara nova rodada de testes para covid-19
Federação Catarinense adia jogos das quartas de final
Chapecoense vence o Avaí no retorno do Campeonato Catarinense
Chapecoense e os consulados de Grêmio e Inter se unem em ação solidária em Chapecó
Vamos torcer juntos pelo Verdão!
É hoje! Jogo entre Chapecoense e Avaí marca o retorno do Catarinão 2020
Chapecoense fará novos exames para covid-19 nos jogadores
Goleiro João Ricardo: temos que manter o sistema defensivo forte