Atleta de Concórdia, Darlan Romani vence em Lima e estabelece novo recorde no Pan

Atleta teve de superar a febre para brilhar na prova do arremesso de peso

- Publicidade -
 

O Brasil faturou sua primeira medalha de ouro no atletismo, nos Jogos Pan-americanos de Lima.

Nesta quarta-feira (7), no segundo dia de disputa da modalidade na capital peruana, o concordiense Darlan Romani brilhou no estádio La Videna ao vencer a prova do arremesso de peso. O brasileiro ainda estabeleceu novo recorde no Pan.

Logo em seu primeiro arremesso, Darlan alcançou a marca de 20,81 metros, o que ao término da competição já seria suficiente para garantir o ouro. Mas o brasileiro queria mais. No segundo, fez 20,92. Em seguida, 21,19.

No quarto arremesso, caiu para 21,16. No penúltimo, subiu para 21,54. E no último, para fechar a competição com chave de ouro, cravou 22,07, novo recorde nos Pan. A marca anterior, de 21,69, pertencia ao jamaicano O’Dayne Richards, obtida em Toronto 2015.

“Foram duas noites difíceis, com muita febre. Aqui está frio, desidratei muito, mas a gente acredita no trabalho e o resultado está aí. Antes da prova conversei com meu treinador e ele me passou tranquilidade, dizendo que confiava em mim porque eu tinha treinado muito bem. No fim, deu tudo certo e só tenho a agradecer a todos pelo apoio e pela torcida”, disse Darlan.

Recordista sul-americano com 22,61m, marca atingida na etapa de Stanford da Liga Diamante, em Palo Alto, na Califórnia (EUA), no dia 30 de junho, Darlan, de 1,88 metro e 155 quilos, nasceu em Concórdia.

Aos 13 anos, nas aulas de educação física da escola Domingos Magarinos, por influência do irmão Vinícius, começou no atletismo. No ano passado, defendendo equipe das Américas, venceu a Copa Internacional da IAAF, em Ostrava, na República Tcheca.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Torneio leva à cidade de Xavantina feras do futevôlei nacional
Federação reúne árbitros de jogos polêmicos do Catarinense para analisar atuações
Moisés, do Concórdia: atacante revelado no amador vira destaque no futebol catarinense
Celso Rodrigues diz que é preciso ajustes no Concórdia
Chape Vôlei estreia com revés em Itajaí pela Superliga B
Vôlei feminino de Chapecó estreia contra o Itajaí na Superliga Nacional B
Tricampeão mundial de futevôlei, Hiltinho Melo é atração em torneio em Xavantina
Equipe Chapecó Badgers abre espaço para novos atletas de futebol americano
Treinador do Concórdia, Celso Rodrigues aposta no fator local para vencer a Chapecoense
Concórdia sai na frente, mas cede a virada para o Criciúma na estreia no Catarinense