Atleta do Oeste catarinense é convocado para a seleção brasileira de handebol

Goleiro de Seara defende a equipe do Bidasoa Irun, da Espanha

- Publicidade -
 

O goleiro Rangel da Rosa está de volta à seleção brasileira de handebol. Vivendo um grande momento no Bidasoa Irun, da Espanha, o atleta de Seara foi convocado para um período de treinamentos na cidade de Rio Maior, em Portugal, entre os dias 21 e 27 deste mês. Será o primeiro encontro do time após os Jogos Pan-Americanos de Lima.

Essa fase inicia a preparação para a temporada de 2020, ano que já começará com um torneio: o Sul-Centro Americano, em janeiro. No complexo esportivo Desmor, além dos treinamentos, o Brasil fará amistosos contra o Benfica e a seleção portuguesa.

"Estou muito feliz por poder voltar a ser chamado para a equipe nacional. Sinal de que estou fazendo um bom trabalho no clube. Sempre é um prazer estar na seleção brasileira. Espero aproveitar a oportunidade, fazer bons treinos, bons jogos e conseguir manter um bom nível para que eu continue sendo chamado regularmente", disse o searaense Rangel. 

O Bidasoa Irun, clube do jogador nascido no Oeste catarinense desde o início de 2018, é o atual vice-campeão espanhol e vem disputando a Liga dos Campeões da Europa. Atualmente, é o segundo colocado no grupo C da competição continental. Em quatro rodadas, conquistou três vitórias e um empate.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Dirigente de Xanxerê assume a Federação de Automobilismo de Santa Catarina
Concórdia batiza acordos com os jogadores de 'Bolsa Covid'
Chapecó tem atletas e técnico na seleção brasileira de handebol em cadeira de rodas
Clube de Basquete Xaxim volta aos treinos após dois meses
Fesporte apresenta propostas para cumprir calendário 2020 a dirigentes do Oeste
Só três times do Catarinense de Futebol confirmaram volta aos treinos presenciais
Em processo de dissolução, Truck Clube Chapecó doa R$ 40 mil ao Hospital Regional
Ao contrário do governo de SC, prefeito de Concórdia veta retorno dos treinos esportivos
Após encontro com Moisés, FCF e SC Clubes apostam na volta do Catarinense até 5 de junho
Futebol: Fifa autoriza cinco substituições por jogo neste ano