Audiências regionalizadas vão analisar investimentos da saúde nos municípios

Iniciativa da Alesc pretende levar soluções às demandas causadas pela pandemia a cada região do Estado

- Publicidade -
 

Atendendo ao pedido dos prefeitos e buscando atacar os problemas causados pela pandemia do coronavírus onde eles efetivamente estão, a Assembleia Legislativa do Estado (Alesc) – através da Comissão Especial de Acompanhamento de Gastos – vai realizar seis audiências públicas regionalizadas nos dias 17, 19 e 20 de agosto, para ouvir e buscar soluções para as demandas de todas as regiões de Santa Catarina.

As audiências foram aprovadas durante essa semana e terão a presença – além dos deputados membros da Comissão Especial –, do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e de forma virtual de prefeitos, representantes de Associações Municipais, do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), de entidades ligadas à saúde e também de reitores das universidades.

No dia 17 de agosto, serão três audiências: às 9h30 com as macrorregiões Oeste e Extremo Oeste; às 13h com as macrorregiões Norte e Nordeste; e às 15h com os representantes da Grande Florianópolis. Na quarta-feira, dia 19 de agosto, uma audiência será realizada às 9h30, com representantes da Foz do Rio Itajaí, Vale, Médio Vale e Alto Vale do Itajaí.

Por fim, na quinta-feira, dia 20, outras duas audiências: às 13h com a Macrorregião do Sul do Estado e às 16h com as macrorregiões do Planalto Serrano e do Meio-Oeste Catarinense. A divisão macrorregional vai respeitar os critérios adotados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Presidente da Comissão Especial, o deputado Marcos Vieira (PSDB) reiterou que as audiências regionais atendem ao pedido dos prefeitos que já participaram das duas audiências anteriores sobre o tema, e pretende discutir com o governo do Estado a situação de cada realidade local.

“A Alesc, através da Comissão Especial, mais uma vez está cumprindo sua obrigação perante os catarinenses: não apenas de fiscalizar, mas também protagonizar, colocar no mesmo ambiente todas as autoridades envolvidas no combate ao novo coronavírus e buscar melhores soluções para cada realidade regional do Estado, pois sabemos que elas são bem distintas. É preciso ouvir o maior número possível de prefeitos e demais autoridades locais”, explicou Vieira.

Para o parlamentar isso é importante pois hoje o problema pode ser um no Extremo Oeste e outro completamente diferente no Sul do Estado. “A própria Secretaria de Saúde admite a necessidade de ouvir as demandas regionais para definir melhores estratégias, e é com este foco que vamos realizar estas seis audiências”, complementou o deputado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Marcio Sander e Milton Hanauer são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Luciane Stobe e Nilson Carniel são oficializados candidatos a prefeita e vice de Chapecó
Cleiton Fossá e Giovanni Balen são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Dissolução da coligação entre PSL e Patriota revolta lideranças
Claudio Vignatti e Pedro Uczai são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
João Rodrigues e Itamar Agnoletto são confirmados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Adriano de Martini e Lenoir Tiecher são confirmados como candidatos em Xanxerê
Oscar Martarello concorrerá a prefeito de Xanxerê com Adenilso Biasus na condição de vice
Morre Anelsi Danielli, ex-prefeito de Vargeão
Mauro Moresco e Edimar dos Passos são candidatos em Cordilheira Alta