Base da Polícia Militar no bairro Efapi pode ser fechada

Segundo a PM, unidade não apresenta condições de trabalho e segurança aos profissionais. Segundo comandante da PM de Chapecó, se não houver melhorias no local, posto deve ser fechado ainda em março

- Publicidade -
 

Infiltrações, vazamentos e uma estrutura antiga. Assim é a situação da base Oeste da Polícia Militar, localizada entre os Loteamentos Alta Floresta e Jardim do Lago em Chapecó. Em função disso, o comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar de Chapecó, tenente coronel Ricardo Alves da Silva, informou que o posto avançado poderá ser fechado até o fim do mês de março.


“Existe infiltrações, vazamentos e há a necessidade de reformarmos. Mas a filosofia do estado é de não construir mais bases. Por isso precisamos do apoio da comunidade, da mesma forma como foi feito no bairro São Pedro e também no Bormann para fazer essas melhorias”, contou.


Segundo ele, a situação da estrutura não permite a continuidade dos trabalhos, mas a localização da base é em um ponto estratégico para a Polícia Militar – no meio de uma região com mais de 50 mil habitantes – importante para as ações preventivas e ostensivas da PM.


“A ideia é contar com o apoio dos empresários e da comunidade da Efapi, que nos apoiem, porque do jeito que está a base, não dá para ficar”, disse.

 

Importância da base

 

Morador do Lotamento Colatto e ex-presidente do Conselho de Segurança (Conseg) do bairro Efapi, seu Alcindo Cavalheiro da Silva, de 67 anos, destacou o papel da base para a comunidade. “É muito importante para nós. Não podemos perder. Já imaginou se uma viatura tem que sair do centro para atender a gente aqui?”, questionou.


Ele lembra que a base foi construída no fim dos anos 90, com ajuda da própria comunidade. “Era uma escolinha que foi desativada, aí a gente se uniu em alguns moradores e fizemos o que precisava para a base funcionar lá”, lembra. Ele destaca que os policiais que atuam na unidade fazem parte da comunidade, interagindo com os moradores, trocando ideia. Não podemos nos desfazer dela", disse.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chuva ameniza, mas não resolve o problema da estiagem em Chapecó
Vacina da gripe deve acabar até o fim do dia em Chapecó
Carreta carregada de soja tomba em Romelândia
Quilombo está entre as cidades consideradas infestadas pelo mosquito da dengue
Carro sai da pista e capota em Vargeão
Ação Páscoa Delivery será realizada pelo Shopping em Chapecó
Sul do Brasil terá frio e geada nos próximos dias
Carreta tomba em Cordilheira Alta
Feira do Peixe começa nesta semana em Chapecó
Companhia aérea Latam começa a operar em Chapecó