Câmara aprova reposição salarial em Abelardo Luz

Servidores municipais e agentes políticos receberão 5,07% de reajuste

A Câmara de Vereadores de Abelardo Luz aprovou por unanimidade, em sessão realizada nesta semana, os projetos de revisão salarial anual de servidores públicos municipais e agentes políticos. O reajuste no valor de 5,07% é baseado no INPC referente aos últimos 12 meses, no período de maio de 2018 a abril de 2019, e passa a valer a partir do mês de maio.

O Projeto de Lei 10/2019 tratava sobre a remuneração dos servidores públicos e agentes políticos do Poder Executivo. Já o Projeto de Lei 12/2019 concedia revisão geral anual no Poder Legislativo. Os projetos foram aprovados em regime de urgência com votação única. A presidente da Câmara Municipal, vereadora Queila Baretta (PP), comentou a aprovação.

Últimas notícias

“Os vereadores entenderam que o tema exigia urgência e aprovaram, demonstrando que estamos trabalhando com responsabilidade e analisando todas as situações. Em outras oportunidades foi derrubada a urgência, mas foram aprovados os projetos. Mais uma vez o Legislativo demonstrou a sua atuação e a sua responsabilidade como representantes do povo”.

Outro projeto

Durante a ordem do dia, os vereadores aprovaram também o Projeto de Lei 08/2019, de autoria do Poder Executivo, que estabelece procedimentos para a quitação de débitos fiscais com dispensa de juros. O texto aprovado recebeu uma emenda possibilitando ao contribuinte o parcelamento da dívida em até seis vezes. Os três projetos seguem agora para sanção.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Prefeitura de São Lourenço confirma obra de asfaltamento
Justiça Eleitoral realiza plantão de cadastramento biométrico neste sábado (25)
Marcilei protocola projeto para redução do Duodécimo
Câmara dos Deputados conclui votação de Medida Provisória
Os órgãos extintos e as Secretarias criadas pela Reforma Administrativa
Texto aprovado pela Alesc agrada o governo do Estado
Diretórios regionais e municipais também são obrigados a investir em candidaturas femininas
Três são condenados por fraude a licitações de Planalto Alegre
Mais um passo para a concessão do aeroporto de Chapecó
Reforma administrativa é aprovada por unanimidade na Alesc