Câmara dos Deputados conclui votação de Medida Provisória

Pacote faz parte da Reforma Administrativa. Polêmica ficou por conta do Coaf, que foi devolvido ao Ministério da Economia

- Publicidade -
 

O plenário da Câmara dos Deputados concluiu nesta quinta-feira (23) a votação da Medida Provisória (MP) 870/19, que trata da reforma administrativa. Após um acordo entre os partidos, a emenda que restringia a atuação dos auditores fiscais de investigar crimes apenas de ordem fiscal foi rejeitada.

A matéria segue agora para o Senado. Pelo texto suprimido, auditores só seriam autorizados a compartilhar com outros órgãos como o Ministério Público indícios de crimes tributários. Na terça-feira (21), os auditores fizeram atos públicos contra o texto da MP.

Últimas notícias

Segundo eles, o compartilhamento de dados, pela emenda, só seria permitido com autorização judicial, o que inviabiliza a investigação de crimes conexos à sonegação, privando o Ministério Público Federal e a Polícia Federal de informações fornecidas pela Receita Federal a respeito de atividades financeiras suspeitas.

Votação

Em votação simbólica, os deputados também aprovaram destaque do PSB e retiraram do texto o ponto que transferia ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações o controle do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). O fundo continuará sob a administração da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Quarta-feira (22), o plenário aprovou o texto-base da MP 870. Os deputados aprovaram o texto da comissão mista que analisou a matéria e que devolve para o Ministério da Economia o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Governo de Santa Catarina: Uma crise que não tem fim
Bolsonaro sobrevoa áreas atingidas por ciclone em Santa Catarina neste sábado (4)
Secretário nacional de Defesa Civil garante apoio a SC para minimizar danos do ciclone
Câmara Municipal de Chapecó encerra semestre com 750 proposições aprovadas
Bolsonaro vai sobrevoar região atingida por ciclone em Santa Catarina
Bancada federal se reúne com prefeitos para avaliar ações de apoio aos municípios atingidos pelo ciclone
Santa Catarina decreta calamidade pública por danos causados por ciclone
Ex-controladora adjunta afirma à CPI que Secretaria de Saúde recusou apoio da CGE
O que muda na eleição de 2020 com o novo calendário aprovado pelo Congresso Nacional
Câmara aprova PEC que adia eleições municipais para novembro