Catarinense é morta a facadas em Luxemburgo

Dione Streckert era nascida em Xaxim e mãe de quatro filhos. O suspeito do crime é o companheiro dela

- Publicidade -
 

A catarinense Dione Streckert foi morta a facadas na noite do último sábado (10) na cidade de Esch-sur-Alzette, no país de Luxemburgo. O suspeito do crime é o namorado da vítima. Dione era nascida na cidade de Xaxim e deixa quatro filhos.


Conforme as informações do site de notícias Lux24, de Portugal, o suspeito seria o companheiro da vítima, um português, que teria a agredido com golpes de faca. Dione chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.  


Ainda segundo o site Lux24, dias antes da morte, o homem teria agredido Dione e a polícia foi chamada ao local. O português teria ficado detido provisoriamente, mas depois de colocado em liberdade pelas autoridades acabou por cometer o crime ainda no sábado.   


A família da vítima já foi informada pelas autoridades sobre o fato e está a caminho de Luxemburgo para tratar de todas as burocracias legais relacionadas com o caso. Nas redes sociais, amigos lamentaram a morte de Dione. 



Dione foi morta a facadas no sábado (10). Fotos: Reprodução/Whatsapp

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seis pessoas são indiciadas por fraude em vistoria veicular em Chapecó
Carro e metade de casa são incendiados em Chapecó
Adolescente é apreendido com veículo furtado em Chapecó
Após ser solto homem procura ex-mulher e é preso novamente em Chapecó
Polícia Civil elucida furtos em Pinhalzinho realizados pelo mesmo homem
Golpista negocia carro, simula depósito e vende veículo para morador de Iporã do Oeste
Redução de 70% em roubos, furtos e saques de carga em SC
Hidroxicloroquina começa a ser contrabandeada no Brasil
PM flagra duas festas particulares em São Miguel do Oeste
Polícia recupera em Chapecó, objetos de furtos de Pinhalzinho