Cerca de 36 crianças e adolescentes são indenizados por dia pelo Seguro DPVAT em 2019

Mais de 70% dos menores de idade ficaram com algum tipo de invalidez permanente até setembro deste ano

- Publicidade -
 

O Dia das Crianças é celebrado neste sábado (12) e um número alarmante foi divulgado pela Seguradora Líder nos últimos dias: cerca de 36 crianças e adolescentes foram indenizados por dia até setembro de 2019. Os dados do Seguro DPVAT apontam que de janeiro até o mês passado mais de 9,8 mil crianças e adolescentes entre zero e 17 anos foram vítimas de acidentes e indenizados em todo o país – destes, cerca de 70% ficaram com algum tipo de sequela e a indenizações pagas foram por invalidez.

De acordo com a Seguradora Líder, a cobertura de reembolso de despesas médicas e suplementares foi a que registrou o segundo maior número de pagamentos de indenização. De janeiro a setembro foram 1.471 casos e mais 1.461 indenizações pagas por mortes no trânsito. Os dados chamam atenção para um alto índice de atropelamentos: 58% dos pagamentos. As crianças que estavam dentro do veículo durante a ocorrência concentraram cerca de 42% das indenizações pagas – ou 4.125 pagamentos.

Entre os estados com mais sinistros pagos, Minas Gerais se destaca com mais de mil indenizações a crianças envolvidas em acidentes de trânsito. Na sequência estão São Paulo (985), Ceará (717), Paraná (626) e Maranhão (588). Distrito Federal (47), Acre (45) e Amapá (23). 

Cuidados necessários 

Para mudar esta realidade os especialistas ressaltam os cuidados necessários quando há crianças nos veículos. “Quando o assunto é trânsito a atenção é fundamental, principalmente quando há menores envolvidos. É importante lembrar que a cadeirinha, o cinto de segurança e o capacete, no caso das motos, são itens obrigatório”, explica o superintendente de Operações da Seguradora Líder, Arthur Froes.

Ele ainda destaca a realidade dos pedestres e diz que os motoristas também têm papel fundamental para alterar as estatísticas. “É necessário ter uma conduta prudente ao volante, respeitando a sinalização e o limite de velocidade, principalmente em áreas escolares e residenciais. Além disso, é importante que as crianças estejam acompanhadas dos pais ao atravessar as ruas, além de sempre utilizar as faixas de pedestre”, finaliza o superintendente. 

Sobre o Seguro DPVAT 

O DPVAT é um seguro obrigatório de caráter social que protege os mais de 210 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito sem apuração da culpa. Ele pode ser destinado a qualquer cidadão acidentado em território nacional – seja motorista, passageiro ou pedestre – e oferece três tipos de coberturas: morte (R$ 13,5 mil), invalidez permanente (de R$ 135 a R$ 13,5 mil) e reembolso de despesas médicas e suplementares (até R$ 2,7 mil). A proteção é assegurada por um período de até três anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Empresários são condenados por tentativa de fraude à licitação em Chapecó
Sete cidades do Oeste vivem epidemia de Dengue
Pacientes com Covid-19 agora irão receber visitas virtuais no Hospital de Xanxerê
Unochapecó faz capacitação para professores da região
Empresa levanta 80% de valor bloqueado por conta da Covid-19 em recuperação judicial
Acidente com caminhão e carreta é registrado em Cordilheira Alta
Mercadorias importadas ilegalmente são apreendidas em Chapecó
Acidente entre dois veículos deixa um ferido em Seara
Xanxerê tem primeira morte por coronavírus
São Miguel do Oeste tem 13 novos casos de coronavírus