Chape volta a jogar mal contra concorrentes diretos e é goleado pelo Ceará no Brasileirão

Verdão parou no segundo tempo e foi engolido pelo adversário no Castelão

- Publicidade -
 

A escrita se mantém na Chapecoense. O clube do Oeste catarinense costuma fazer bons jogos contra agremiações gigantes – como nas vitórias sobre Cruzeiro e Inter e o empate fora de casa com o Grêmio –, mas diante de concorrentes diretos decepciona.

Na tarde deste sábado (10), a Chape voltou a jogar mal diante de um rival considerado do “mesmo campeonato”, ou seja, que inicia a Série A do futebol brasileiro com o primeiro objetivo de escapar do rebaixamento. O Verdão perdeu por 4 a 1 para o Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), pela 14ª rodada.

Os jogadores da Chapecoense entraram em campo com o nome dos seus pais na camisa em homenagem ao dia deles, que será comemorado neste domingo (11). Os papais dos atletas verde-brancos viram seus filhos se esforçarem no primeiro tempo. A equipe do técnico Emerson Cris soube controlar os donos da casa e conseguiu armar alguns contra-ataques.

A primeira etapa se encaminhava para o fim, quando Thiago Galhardo, em lance de bola parada, colocou o Vozão na frente, aos 50 minutos. O meia balançou a rede em finalização de cabeça. Os anfitriões tiveram um gol de Wescley anulado corretamente pelo VAR, aos 12 minutos. A arbitragem assinalou impedimento no lance.

A Chape parou após o intervalo. Na tentativa de empatar, os visitantes deram espaço para o Ceará explorar os contragolpes. E foi assim que aumentou a vantagem no placar, com Felippe Cardoso, aos 11 minutos. Sem reação, o Verdão levou o terceiro aos 15, em pênalti cobrado por Thiago Galhardo.

Completamente batida, a Chapecoense viu a sua rede balançar mais uma vez aos 30 minutos. Felippe Cardoso marcou, mas o árbitro do Rio de Janeiro Rodrigo Carvalhaes de Miranda invalidou, com auxílio do VAR, por verificar falta de ataque.

O Verdão diminuiu a diferença aos 43, com Renato Kayzer. Um gol para amenizar um pouco o vexame. Entretanto, um minuto depois, o Ceará volta a movimentar o escore, chegando ao quarto com Thiago Galhardo, o artilheiro do confronto com três gols. O duelo terminou com festa alvinegra.

A Chapecoense caiu uma posição na tabela. Agora está em 18º lugar, com 10 pontos, perdendo um posto para o Cruzeiro, no saldo de gols. O próximo compromisso do Verdão será domingo que vem (18), contra o lanterna Avaí, na Arena Condá, em Chapecó, a partir das 19h, pela 15ª rodada.

 

CEARÁ 4x1 CHAPECOENSE

Ceará: Diogo Silva; Cristovam (William Oliveira), Valdo, Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Wescley (Leandro Carvalho), Thiago Galhardo e Lima (Chico); Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.

Chapecoense: Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos (Hiago) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Augusto, Gustavo Campanharo e Camilo; Arthur Gomes e Henrique Almeida (Diego Torres). Técnico: Emerson Cris.

Arbitragem: Rodrigo Carvalhaes de Miranda, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha – trio do Rio de Janeiro. VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ).

Gols: Thiago Galhardo (Ce), aos 50 do 1º tempo. Felippe Cardoso (Ce), aos 11, e Thiago Galhardo (Ce), aos 15 e 44, Renato Kayzer (Ch), aos 43 minutos.

Cartões amarelos: Cristovam e Thiago Galhardo (Ce); Henrique Almeida e Márcio Araújo (Ch).

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE). Data: 10 de agosto de 2019.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

26 min – Ceará: Após cobrança de falta na ponta direita, há o cabeceio em direção ao gol, mas a bola pega na defesa, salvando a Chape. Na sequência, Camilo afasta.

32 min – Chapecoense: Em lance de contragolpe, Augusto escapa em velocidade pela direita, puxa para o meio e arrisca de esquerdo. Diogo Silva desvia para escanteio.

48 min – Ceará: Em jogada pela esquerda, João Lucas limpa a marcação e cruza para a grande área. Felippe Cardoso sobe com estilo e cabeceia. A bola passa perto.

GOL! Ceará: 50 min: Bola levantada em cobrança de falta pela direita, Thiago Galhardo aparece livre no meio da grande área para cabecear no canto, sem chance para Tiepo.

Segundo tempo

GOL! 11 min – Ceará: No contra-ataque, Thiago Galhardo acha Felippe Cardoso na grande área. O atacante, marcado por Gum, tira para o lado e bate colocado para ampliar.

GOL! 15 min – Ceará: Bruno Pacheco derruba Cristovam na grande área. Pênalti. O meia Thiago Galhardo chuta alto, no lado esquerdo. Tiepo vai na bola, mas não alcança.

42 min – Ceará: Em mais um contra-ataque, Leandro Carvalho sai à frente dos zagueiros, avança e bate cruzado, mas para em Tiepo, que espalmou para evitar o terceiro.

GOL! 43 min – Chapecoense: Em cobrança de escanteio do argentino Diego Torres, Gum cabeceia para trás e Renato Kayser, também de cabeça, sem marcação, completa para a rede.

GOL! 44 min – Ceará: Logo após a saída do centro, Thiago Galhardo recebe de Felippe Cardoso, na grande área, e bate rasteiro, tirando de Tiepo. O terceiro do meia no jogo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Famílias de vítimas da tragédia do voo da Chapecoense se reúnem com Bolsonaro
Chapecoense vence o Avaí e respira no Brasileirão
Chapecoense perde e sai atrás na disputa pelo título catarinense sub-20 contra o Avaí
A hora é agora! Chape recebe Avaí para acalmar ambiente ou aumentar crise no Brasileirão
Chapecoense começa a decidir contra o Avaí o título do Campeonato Catarinense Sub-20
Barraquinha da Chape está no Centro
Contra o Avaí, Emerson Cris deve repetir na Chapecoense o time do empate com o Grêmio
Neto se emociona em reunião no Senado. Tragédia da Chape será tratada com Bolsonaro
Chape paga valor em carteira aos atletas, mas direito de imagem está com 3 meses de atraso
Volante da Chape, Márcio Araújo trata jogo contra o Avaí como um divisor de águas no Brasileirão