Chapecó atinge 65% de cobertura vacinal contra a gripe

Público alvo é de 59,2 mil pessoas no município

- Publicidade -
 

A Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza (gripe) segue até o dia 31 de maio. Até esta terça-feira (14) Chapecó atingiu a cobertura de 65% do público alvo que é de 59,2 mil pessoas. A vacina está disponível nos 26 Centros de Saúde da Família que atendem diariamente das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. Importante levar ao posto de saúde a Caderneta de Vacinação, pois se necessário ela será atualizada. 

>> Últimas notícias <<

O público alvo desta campanha são pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes,  puérperas, trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas e povos indígenas. Além disso, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. 

Sobre a vacina

A vacinação contra influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações. As vacinas utilizadas nas campanhas nacionais de vacinação contra a influenza são trivalentes que contêm os antígenos purificados de duas cepas do tipo A e uma B.

As vacinas da influenza sazonais são bem toleradas e seguras, constituídas por vírus inativados, não contêm vírus vivos e não causam a doença. O mais comum são as reações locais, como dor no local da injeção, eritema e enduração que ocorrem em até 20% dos casos, resolvidos em 48h. Reações sistêmicas como febre, mal-estar e mialgia, podem começar de 6h a 12h após a vacinação e persistir por um a dois dias, identificadas em menos de 10% dos vacinados.

Pessoas com história de anafilaxia em doses anteriores a componentes da vacina, recomenda-se realizar avaliação médica criteriosa sobre benefício e risco da vacina antes da administração de uma nova dose e se indicada realizar o procedimento sob observação.

Casos confirmados

Em Chapecó já foram confirmados casos de Influenza. Ao todo, foram três casos de Influenza A H1N1 e um caso de Influenza B. Além disso, cinco pessoas aguardam resultados de exames e nove casos foram negativos. 

Dicas

- Manter os ambientes ventilados;
- Lavar bem as mãos;
- Uso do álcool em gel;
- Uso de copo individual (em escolas e locais de grande circulação de pessoas);
- Ter hábitos de vida saudável, praticar atividades físicas, alimentação balanceada e tomar bastante líquido;
- Ao tossir ou espirrar, usar o braço e não as mãos;
- Em caso de sintomas, procurar atendimento médico, na unidade de saúde mais próxima.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

4 dicas para aliar alimentação e energia no trabalho
Plantas medicinais: principais benefícios e cuidados com o consumo
Cardiologista desvenda mitos e verdades das doenças que mais matam no mundo
Pesquisa mostra que 55% dos brasileiros evitam alimentos com trigo por causa do glúten
2,3 milhões de brasileiros têm traços de dependência de álcool, mostra pesquisa
[OPINIÃO] Internet: o inimigo está dentro de casa
Cuidados com o colesterol alto devem começar na infância, alertam pediatras
Chapecó reforça vacina contra o Sarampo
O que é Prostatite e por que incomoda tanto os homens?
Amamentação é tema de palestra em Chapecó