Chapecoense abre 2 a 0, mas cede empate para o Goiás na Arena Condá

Time do Oeste catarinense sai da lanterna, mas continua afundado no Z4

- Publicidade -
 

A Chapecoense ampliou para 12 partidas a sequência sem vitória na Série A do futebol brasileiro. O clube do Oeste catarinense abriu dois gols de vantagem, mas permitiu o empate e ficou no 2 a 2 com o Goiás, na noite chuvosa deste domingo (20), na Arena Condá, pela 27ª rodada. O último triunfo foi o 1 a 0 sobre o Avaí, no dia 18 de agosto, também em Chapecó.

Um primeiro tempo movimentado e positivo para o torcedor local. Após um início nervoso, a equipe da casa colocou a bola no chão e passou a criar chances. Não desperdiçou. Everaldo marcou de cabeça aos 22 minutos. Fazia 11 jogos que o artilheiro verde-branco não balançava a rede – o último fora justamente diante do Leão da Ilha. Sete minutos depois foi a vez de Henrique Almeida, de pênalti, anotar o seu primeiro tento com a camisa alviverde: 2 a 0. Os goianos tiveram um gol anulado aos oito, mas a arbitragem viu toque de mão, para reclamação dos visitantes.

A Chape retornou do intervalo com Régis no lugar de Henrique Almeida, que levou uma pancada na cabeça no fim da primeira etapa, e o Goiás retornou com vontade de mudar o marcador, tanto que Rafinha descontou aos quatro. O confronto se tornou perigoso para os anfitriões, com descidas em velocidade do Esmeraldino, mas o sistema defensivo, incluindo o goleiro João Ricardo, fez a sua parte. Entretanto, o arqueiro nada pôde fazer na falta cobrada por Rafael Vaz. Aos 38, o zagueiro igualou ao acertar o ângulo. O Verdão reclamou de um pênalti (toque de mão) no fim.

O resultado tirou a Chapecoense da lanterna - soma agora 17 pontos e supera os avaianos no saldo de gols -, mas fez aumentar a diferença para o primeiro fora da zona do rebaixamento. Agora são 11 pontos para o Cruzeiro, 16º, com 28, mas esta desvantagem pode ser ampliada se Ceará e CSA, que têm 26, vencerem Bahia e Botafogo, respectivamente, fora de casa. O Verdão joga novamente no próximo sábado (26), às 19h30, no Maracanã, no Rio de Janeiro, contra o Fluminense.


CHAPECOENSE 2x2 GOIÁS

Chapecoense: João Ricardo; Eduardo, Douglas, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araujo e Camilo (Vini Locatelli); Everaldo, Henrique Almeida (Régis) e Roberto (Amaral). Técnico: Marquinhos Santos.

Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Rafael Vaz, Fábio Sanches e Jefferson (Marcelo Hermes); Geovane (Vinícius), Yago Felipe e Léo Sena; Rafinha, Papagaio e Kaio (Breno). Técnico: Ney Franco.

Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE). VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

Gols: Everaldo (C), aos 22, e Henrique Almeida (C), aos 29 do 1º tempo; Rafinha (G), aos 3, e Rafael Vaz (G), aos 38 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Rafael Pereira e Douglas (C); Jefferson e Kevin – no banco –, Rafinha e Vinícius (G).

Público: Público: 4.042 (total). Renda: R$: 70.590,00.

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC). Data: 20 de outubro de 2019.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

19 min – Chapecoense: Em escanteio cobrado por Camilo, Roberto aparece sozinho para cabecear, mas erra alvo.

GOL! 22 min – Chapecoense: Em novo escanteio de Camilo, Everaldo aproveita para fuzilar de cabeça e abrir o placar.

GOL! 29 min – Chapecoense: Após rápido contra-ataque, Henrique Almeida sofre pênalti. Ele mesmo cobra e converte.

34 min – Goiás: Kaio recebe lançamento na grande área e tenta encobrir João Ricardo, mas toca para fora.

38 min – Chapecoense: Everaldo é servido no meio e arrisca de fora da grande área. Bomba que Tadeu espalma.

44 min – Goiás: Rafael Vaz solta um foguete, na cobrança de falta, buscando o ângulo. João Ricardo espalma.

Segundo tempo

GOL! 3 min – Goiás: Bola viva na grande área, ninguém afasta e Rafinha aproveita para chutar ao fundo da rede.

11 min – Goiás: Fábio Sanches cabeceia à queima-roupa para defesa espetacular do goleiro João Ricardo.

GOL! 38 min – Goiás: Simplesmente um míssil. Rafael Vaz bate falta direta e acerta o ângulo de João Ricardo.

41 min – Chapecoense: A bola sobra para o meia Vini Locatelli no segundo poste, livre, mas ele escora para fora.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Em reformulação fora de campo, Chapecoense começa a anunciar novos dirigentes após renúncias
Revelação da base, Hiago é o único zagueiro da Chapecoense em condição de jogo
Chapecoense pode ser rebaixada, matematicamente, na próxima rodada do Brasileirão
Chape paga salário dos funcionários com renda do último jogo. Atletas ainda esperam
Chapecoense perde para o Grêmio e fica a um passo da Série B
Chapecoense tem a volta de Camilo para enfrentar o Grêmio na Arena Condá pelo Brasileirão
Marquinhos Santos tenta vencer a primeira partida na Arena Condá pela Chapecoense
Jogadores da Chape se reúnem para mostrar insatisfação por atrasos de pagamento
Vice de futebol da Chapecoense, Cleimar Spessatto vai renunciar após o Brasileirão
Chapecoense amplia o espaço à torcida do Grêmio para este domingo (10) na Arena Condá