Chapecoense abre o placar, mas sofre empate no fim e fica no 1 a 1 com o Bahia

Time do Oeste catarinense deixa escapar a vitória em Salvador (BA)

- Publicidade -
 

A Chapecoense esteve perto de vencer o Bahia na noite desta quarta-feira (6), em Salvador (BA), pela 31ª rodada da Série A do futebol brasileiro. Esteve. O clube do Oeste catarinense abriu o placar no início do jogo, mas cedeu o empate (1 a 1) nos últimos minutos do tempo complementar e se complicou ainda mais na luta para permanecer na divisão de elite.

No primeiro tempo, a Chapecoense se sentiu em casa no estádio que foi uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. O Tricolor assustou o goleiro João Ricardo logo no primeiro lance, mas depois os visitantes acertaram a marcação e neutralizaram os avanços dos anfitriões. A equipe verde-branca jogava com personalidade. Não viajou apenas para se defender, tanto que aos 13 minutos abriu o placar com Henrique Almeida.

Os baianos esbarravam na defesa adversária. A única chance perigosa criada até o intervalo aconteceu aos 26 minutos, com Élber. O Verdão não teve mais oportunidades claras, porém, controlou a partida. Aos 44, Rafael Pereira é atingido no queixo pela perna de Fernandão, em disputa pelo alto, e caiu desacordado. O zagueiro da Chape foi substituído por Hiago e encaminhado ao hospital para passar por avaliação.

O técnico Marquinhos Santos promoveu mais uma mudança por lesão na volta para o segundo tempo. Henrique Almeida, que tratava uma inflamação no tendão de aquiles, sentiu dores no local, e deu lugar a Dalberto. A estratégia do Verdão era tentar um contra-ataque para definir o marcador. Portanto, ficou atrás, aguardando, entretanto, cedeu espaço para o rival pressionar.

Inicialmente, o Bahia encontrou dificuldade para suplantar os defensores, mas após os 35, com a Chape encurralada, empilhou finalizações. De tanto insistir, empatou aos 39 minutos, com Marco Antônio. Aos 44, Renato cometeu falta e foi expulso direto, mas o árbitro Vinícius Furlan reviu o lance no monitor do VAR, anulou o cartão vermelho e mostrou apenas o amarelo. Final: 1 a 1.

Penúltima colocada, a Chapecoense soma agora 22 pontos e continua distante para sair da zona do rebaixamento. Faltando apenas sete rodadas para o fim do campeonato, são 11 pontos atrás dos primeiros fora do Z4, o Botafogo e o Ceará, que têm 33 e jogam nesta quinta (8) diante de Flamengo e Inter, respectivamente, em casa. Mais acima aparece o Cruzeiro, que possui 34 e ficou no 0 a 0 com o Athletico-PR, nesta quarta, em Curitiba. O próximo desafio será neste domingo (10), às 19h, contra o Grêmio, na Arena Condá.

 

BAHIA 1x1 CHAPECOENSE

Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Flávio (Guerra), Gregore, Élber (Gilberto) e Marco Antônio; Artur e Fernandão (Arthur Caíke). Técnico: Roger Machado.

Chapecoense: João Ricardo; Renato, Douglas, Rafael Pereira (Hiago) e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Vini Locatelli (Augusto) e Roberto; Henrique Almeida (Dalberto) e Everaldo. Técnico: Marquinhos Santos.

Arbitragem: Vinícius Furlan, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa) e Daniel Luís Marques – trio de São Paulo. VAR: Marcelo Henrique de Góis (SP).

Gols: Henrique Almeida (C), aos 13 do 1º tempo; Marco Antônio (B), aos 39 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Arthur Caíke (B); Douglas, Roberto e Renato (C).

Público: 17.085 (total). Renda: R$ 175.076,50.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Data: 6 de novembro de 2019.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

1 min – Bahia: Moisés recebe na ponta esquerda e cruza para trás. Fernandão, livre no meio da grande área, chuta de primeira, por cima.

GOL! 13 min – Chapecoense: Bruno Pacheco cobra falta da esquerda, Rafael Pereira, no segundo poste, cabeceia para o meio, Douglas desvia, também de cabeça, e Henrique Almeida, livre, testa para a rede.

26 min – Bahia: Élber passa por dois marcadores em velocidade e entra na grande área para fazer o gol, mas o chute vai sobre o travessão.

Segundo tempo

8 min – Bahia: Em cobrança de falta, Gilberto solta a pancada buscando o lado esquerdo de João Ricardo, que voa para praticar bela defesa.

15 min – Bahia: Marco Antônio arrisca de fora da área, com força. A bola vai perigosamente no canto direito. João Ricardo vai bem e pega.

37 min – Bahia: Cruzamento de Artur para a grande área, Gilberto se joga para cabecear e, novamente, João Ricardo se estica para espalmar.

38 min – Bahia: Dentro da grande área, o meia Guerra dribla dois e sai na cara de João Ricardo, que abandona a meta e defende de peito.

GOL! 39 min – Bahia: Após escanteio batido por Guerra, o meia Marco Antônio tem o tempo de dominar e mandar no canto direito do goleiro João Ricardo, que não consegue evitar o empate.

42 min – Bahia: Gilberto recebe cruzamento de Artur e cabeceia para João Ricardo defender. A bola ainda toca a trave antes de ser afastada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

É outra motivação, afirma Anderson Leite sobre a volta dos treinos presenciais na Chape
Sócio da Chapecoense terá novos descontos em estabelecimentos conveniados
Volante Alan Santos sobre a volta dos treinos na Chapecoense: Muita alegria
Vini Locatelli avalia volta aos gramados: A Chape está nos dando toda a segurança
Técnico Umberto Louzer valoriza marca na Chapecoense: 100 dias é um número expressivo
Avaliações físicas marcam volta dos atletas da Chape ao CT
Dois dos 260 testes para covid-19 na Chape deram positivo. Clube volta a treinar quarta (27)
Preparador físico da Chape diz que é necessário um mês de treinos antes da volta dos jogos
Experiente zagueiro Kadu demonstra otimismo na Chapecoense
Chapecoense testa jogadores para covid-19. Resultados devem sair até o fim de semana