Chapecoense já está no Sul do Estado para a decisão contra o Criciúma pelo Catarinense

Lateral e capitão Alan Ruschel desfalca o Verdão na volta da semifinal

- Publicidade -
 

Em tempos de calendário apertado, tempo é o que falta para treinador preparar o time. Menos de um dia depois de vencer o Criciúma, a equipe da Chapecoense já viajou para o segundo e decisivo jogo da semifinal da Série A do futebol catarinense, nesta quarta-feira (5), às 21h30, no estádio Heriberto Hülse. A delegação está no Sul do Estado desde a tarde desta segunda (3), e com novidades na lista de relacionados.

Após a vitória por 1 a 0 em casa, na noite de domingo (2), o time verde-branco se reapresentou no início da manhã, na Arena Condá, para realizar testes da covid-19, obedecendo protocolo sanitário do Governo do Estado, e treinar. Os titulares foram poupados, enquanto os demais trabalharam com bola. A viagem começou logo depois. A delegação decolou às 12h35 do aeroporto Serafim Enoss Bertaso rumo a Florianópolis, de onde saiu às 14h30 de ônibus e chegou a Criciúma no fim da tarde.

Três atletas que ficaram fora das últimas partidas viajaram com o grupo: os atacantes Anselmo Ramon, Régis e Roberto. Este último já jogou como lateral esquerdo e meia na Chape e chegou a ser internado por apresentar sintomas do novo coronavírus. Os três estão liberados pelo departamento médico. Roberto, aliás, vira opção para o lugar do lateral esquerdo Alan Ruschel. O capitão da equipe recebeu o terceiro amarelo e não poderá atuar diante do Tigre nesta quarta.

Suspenso, Alan Ruschel não seguiu com o elenco. Ele permaneceu em Chapecó também para tratar de uma lesão muscular leve. A tendência é o lateral se reintegrar aos companheiros na quarta, em Criciúma. Isso, porque a logística do Verdão para a estreia na Série B do Brasileiro não prevê retorno a Chapecó após o duelo deste meio de semana. A agremiação volta à capital do Estado na quinta e na sexta embarca a São Paulo (SP) para enfrentar o Oeste, no próximo domingo (9), às 11h, na Arena Barueri.

Vantagem

A Chapecoense abriu vantagem na briga por vaga à final do Catarinão. O time do técnico Umberto Louzer jogar pelo empate. O Criciúma precisa vencer por um gol de diferença para levar a disputa aos pênaltis ou por dois para garantir a classificação no tempo normal. Para este compromisso, o volante Anderson Leite, embora tivesse viajado, sente dores musculares e é dúvida. O meia Denner, outro que sentiu no duelo de domingo, está liberado.

No outro cruzamento, o Brusque fez 3 a 2 no Juventus, em Jaraguá do Sul, resultado que dá o direito de o clube do Vale empatar como mandante para avançar à decisão do título. O jogo derradeiro está marcado para esta quarta, às 19h, no estádio Augusto Bauer.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Time feminino da Chapecoense retoma as atividades de olho no Brasileiro da Série A2
Bruno Silva e Evandro entram no BID e estão regularizados para reforçar a Chape
Chape sem Alan Ruschel e Denner contra o Náutico. Thiago Ribeiro é relacionado
Zagueiros da Chapecoense apresentam a nova camisa número 3 para celebrar título
Chapecoense volta a treinar após conquista do Estadual e apresenta atacante Felipe Garcia
Em 3 anos, Louzer vence 2° estadual da carreira. Primeiro no Guarani, agora na Chape
Para soltar grito de 'é campeão'. Chape chega com festa após resgatar hegemonia em SC
Jogadores da Chape dedicam conquista a massagista Douglas Mendes, que morreu em junho
Título premia recuperação da Chapecoense no Estadual
Campeã estadual, Chape desembarca em Chapecó na manhã desta segunda-feira