Chapecoense marca no último lance e empata contra o Cruzeiro

Gol de Camilo levou mais cinco minutos para ser validado pelo VAR

- Publicidade -
 

A rotina de derrotas da Chapecoense chegou ao fim. Na noite deste domingo (13), o time catarinense empatou contra o Cruzeiro por 1 a 1 na Arena Condá, em jogo válido pela 25ª do Campeonato Brasileiro. O Verdão segue na lanterna da competição, agora com 16 pontos, mas mostrou um bom jogo, trazendo esperança aos torcedores.

O time voltou a marcar um gol após cinco partidas em branco, em um confronto contra um adversário que está na zona de rebaixamento e também briga para sair da incômoda situação. Agora, o próximo jogo da Chapecoense será nesta quarta-feira (16), às 21h, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).

O Cruzeiro iniciou melhor a partida e logo aos quatro minutos conseguiu abrir o placar. Após cobrança de escanteio de Thiago Neves, a defesa da Chapecoense não corta a bola, que sobra para Fred. O atacante ajeita para o meio da área e Dedé é mais rápido que a defesa e escorou para o fundo das redes do time da casa.

Após o gol sofrido, o Verdão partiu para cima do time visitante e teve ao menos quatro chances para marcar. Fábio salvou o Cruzeiro em duas boas primeiras, aos 7 e 9 minutos, nas finalizações de Roberto e Régis. Os visitantes voltaram a assustar somente aos 45, quando Éderson cruzou e David finalizou na trave.

Na segunda etapa a partida seguiu aberta, com os dois times buscando o gol, porém, os goleiros se destacaram. Primeiro foi Fábio que impediu os gols da Chapecoense aos 11 e 16 minutos, em finalizações de Régis e Bryan. Depois foi João Ricardo que fez boas defesas, aos 28 e 30, em conclusões de Thiago Neves e Fred.

Quando parecia que a Chapecoense sofreria mais uma derrota, a bola foi lançada na área do Cruzeiro, Fábio rebate o chute de Arthur Gomes e Camilo marca no rebote. Após cinco minutos de consulta ao VAR, o árbitro Caio Max Augusto Vieira considerou que Camilo não estava impedido e validou o gol: 1 a 1.

CHAPECOENSE 1x1 CRUZEIRO

Chapecoense: João Ricardo; Bryan (Renato Junior), Douglas, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Elicarlos, Vini Locatelli (Arthur Gomes) e Camilo; Régis (Diego Torres), Henrique Almeida e Roberto. Técnico: Marquinhos Santos.

Cruzeiro: Fábio; Edílson (Weverton), Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel (Pedro Rocha) e Thiago Neves; David e Fred. Técnico: Abel Braga.

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira (RN), auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Jean Marcio dos Santos (RN). VAR: Adriano Milczvski (PR).

Gols: Dedé (Cru), aos 4 min. do 1º tempo; Camilo (Cha), aos 50 min. do 2º tempo.

Cartões Amarelos: Rafael Pereira (Cha); Pedro Rocha (Cru).

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC). Data: 13 de outubro de 2019.

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

GOL! 04 min – Cruzeiro: Thiago Neves cobrou escanteio, a defesa da Chape não cortou e a bola sobrou para Fred, que ajeitou para o meio. Dedé empurrou para o fundo das redes.

07 min – Chapecoense: Vini Locatelli cruzou da direita e Roberto ganhou pelo alto, obrigando Fábio a realizar boa defesa junto à trave direita, espalmando pela linha de fundo.

09 min – Chapecoense: Da entrada da área, Régis finalizou forte com a perna esquerda. A bola picou na frente de Fábio, mas o goleiro cruzeirense realizou grande defesa no canto esquerdo.

11 min – Chapecoense: Henrique Almeida recebeu pelo lado esquerdo, avançou e tentou bater cruzado. O atacante pegou mal na bola, que bate na rede pelo lado de fora do gol do Cruzeiro.

24 min – Chapecoense: Roberto avançou pelo lado esquerdo e cruzou na medida para Henrique Almeida. Sozinho, o atacante cabeceou para fora, por cima do gol de Fábio.

25 min – Cruzeiro: Thiago Neves virou a bola para o lado direito. Éderson dominou na entrada da área e soltou o chute forte, obrigando João Ricardo a fazer boa defesa, em dois tempos.

45 min – Cruzeiro: Éderson avançou pela direita e cruzou para a área. Na marca do pênalti, David pegou de primeira, a bola bateu na trave direita, percorreu a linha e saiu do outro lado.

Segundo tempo

04 min – Chapecoense: Régis cruzou de três dedos da direita, a bola fez a curva e foi na segunda trave. Roberto armou a cabeçada, porém, Edilson chegou e tirou antes.

10 min – Cruzeiro: David roubou pelo lado esquerdo, tocou para Thiago Neves no meio, que dominou e soltou a bomba. A bola saiu à esquerda do goleiro João Ricardo.

11 min – Chapecoense: Camilo desarmou Henrique e tocou a bola para Régis. O meio campista soltou um forte chute da entrada da área e obrigou Fábio a fazer uma boa defesa.

16 min – Chapecoense: Da entrada da área, Bryan bateu forte do lado direito. Fábio não encaixou e, no rebote, saiu nos pés de Henrique Almeida para salvar o Cruzeiro.

28 min – Cruzeiro: Éderson cruzou rasteiro da direita, Fred deixou a bola passar e ela chegou para Thiago Neves. O meia dominou na entrada da área e chutou para boa defesa de João Ricardo.

30 min – Cruzeiro: David cruzou da direita e encontrou Fred sozinho na pequena área. O atacante dominou no peito e finalizou, mas a bola bateu no rosto de João Ricardo, que fechou bem o espaço.

GOL! 50 min – Chapecoense: Arthur Gomes finalizou de dentro da área e Fábio deu rebote. Camilo pegou a sobra e empatou o jogo. VAR analisou o lance e validou o gol da Chape.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Avaliações físicas marcam volta dos atletas da Chape ao CT
Dois dos 260 testes para covid-19 na Chape deram positivo. Clube volta a treinar quarta (27)
Preparador físico da Chape diz que é necessário um mês de treinos antes da volta dos jogos
Experiente zagueiro Kadu demonstra otimismo na Chapecoense
Chapecoense testa jogadores para covid-19. Resultados devem sair até o fim de semana
Chape anuncia rescisão de contrato com Renato. Jogador deve voltar ao Avaí
Chapecoense projeta retomada dos treinos presenciais para a próxima segunda-feira (25)
Chape oficializa chegada de Denner e empréstimo de atletas do sub-17 ao Athletico-PR
Quero fazer história nesse clube que me acolheu, diz jovem Guedes, revelação da Chape
Foguinho sobre parceira com a Rogon: Meu foco é na Chapecoense