Chapecoense perde para o Inter e pode terminar a rodada na lanterna do Brasileirão

Time do Oeste catarinense sofreu o gol da derrota aos 39 minutos do 2º tempo

- Publicidade -
 

A Chapecoense segurava o empate, mas no fim do segundo tempo não resistiu às investidas do Internacional e acabou derrotada por 1 a 0, neste domingo (22), em jogo que iniciou às 11h, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). O confronto valeu pela abertura do returno da Série A do futebol brasileiro e marcou a estreia do técnico Marquinhos Santos. O clube do Oeste catarinense pode terminar a rodada em último lugar na classificação.

O primeiro tempo se caracterizou por um jogo de ataque contra defesa. Pressionada pelo torcedor após a perda do título da Copa do Brasil em casa para o Athletico-PR, a equipe gaúcha atacou durante toda a etapa inicial. O time verde-branco não conseguia sair de trás - salvo raros contra-ataques -, mas ao menos conseguia se defender bem, criando dificuldades para o adversário entrar na grande área. O Inter até balançou a rede com Wellington Silva, aos 28 minutos, mas o gol acabou anulado pelo VAR.

A partida ficou mais aberta na segunda etapa. A Chape avançou as suas peças no gramado, mas não criou uma grande chance sequer para balançar a rede. Se não bastasse, deu mais espaços para os anfitriões. O Colorado passou a levar mais perigo à meta de Tiepo. Aos 34, Neilton superou o goleiro do Verdão, mas o lance foi invalidado pelo árbitro após consultar o monitor. Porém, de tanto insistir, os donos da casa fizeram 1 a 0 com Rodrigo Lindoso, pegando rebote após grande defesa de Tiepo.

O que chamou a atenção no período complementar foi a necessidade que o técnico estreante Marquinhos Santos teve em mexer na zaga. Rafael Pereira e Gum sentiram dores e tiveram de ser substituídos por Douglas e Maurício Ramos. Coincidência ou não, o tento da vitória colorada saiu após estas duas substituições.

Com o resultado, a Chapecoense continua estacionada nos 14 pontos, na penúltima colocação, e corre o risco de terminar a 20ª rodada na lanterna. Isso porque o Avaí, que tem 13 pontos, ainda joga nesta segunda-feira (23), contra o Atlético-MG, às 20h, em Florianópolis.

O Verdão volta a campo no próximo domingo (29). A Chape vai encarar o Athletico-PR, às 19h, na Arena da Baixada, pela 22ª rodada. O duelo da 22ª rodada, com o Corinthians, em Chapecó, foi adiado para o dia 2 de outubro, às 19h15.

 

INTERNACIONAL 1x0 CHAPECOENSE

Internacional: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel (Neilton); Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; Nico López (Sarrafiore), Guerrero e Wellington Silva (Guilherme Parede). Técnico: Odair Hellmann.

Chapecoense: Tiepo; Eduardo, Rafael Pereira (Douglas), Gum (Maurício Ramos) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Camilo; Renato (Henrique Almeida), Everaldo e Arthur Gomes. Técnico: Marquinhos Santos.

Arbitragem: Diego Pombo Lopez, auxiliado por Alessandro Rocha de Matos (Fifa) e Jucimar dos Santos Dias – trio da Bahia. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

Gol: Rodrigo Lindoso (I), aos 39 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Camilo, Gum, Everaldo e Tiepo (C).

Público: 24.362 (total). Renda: R$ 904.128,00.

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). Data: 22 de setembro de 2019.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

3 min – Internacional: Nico López cobra escanteio da esquerda. A bola encontra Rodrigo Lindoso, que cabeceia e por pouco não acerta o ângulo direito de Tiepo.

21 min – Chapecoense: Arthur Gomes recebe no lado esquerdo de ataque, domina, ajeita para a perna direita e solta a bomba. Marcelo Lomba, atento, espalma.

28 min – Internacional: Wellington Silva recebe passe e toca na saída de Wellington Silva. Gol. Porém, após revisão do VAR, o lance é anulado por impedimento.

35 min – Internacional: Nico López cobra falta. A bola fica, perigosamente, viva na grande área, sem ninguém afastar, até que ela chega a Tiepo, que agarra.

44 min – Internacional: A bola é cabeceada para trás por Rafael Pereira e sobra para Guerrero. O atacante resolve chutar de primeira para defesa segura de Tiepo.

Segundo tempo

15 min – Internacional: Neilton fica com a bola e aproveita para chutar de fora da grande área. Ele manda rasteiro, passando perto do canto direito de Tiepo.

26 min – Internacional: Em jogada construída pela direita, Guerrero cruza rasteiro, buscando Nico López na segunda trave. O atacante chega, mas conclui para fora.

32 min – Internacional: Após falta cobrada por Nico López na esquerda, Guerrero sobe mais que a defesa, no meio da área, e cabeceia, mas a bola vai para fora.

34 min – Internacional: Depois de levantamento na grande área, Neilton empurra para a rede. Porém, após revisão no monitor, o árbitro anula a jogada por falta.

GOL! 39 min – Internacional: Um minuto antes, Tiepo salva, mas no escanteio seguinte, em mais uma bela defesa do goleiro, Rodrigo Lindoso pega a sobra e toca para dentro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense abre 2 a 0, mas cede empate para o Goiás na Arena Condá
Chape elimina Figueirense e Avaí e avança à semifinal dos estaduais sub-15 e sub-17
Com Eduardo recuperado, Chapecoense tenta iniciar reação contra o Goiás na Arena Condá
Chapecoense estreia contra o Criciúma no Catarinense de Futebol Feminino Adulto
Realista, João Ricardo diz que, se não vencer o Goiás, chances da Chapecoense quase se encerram
O futebol está caindo descrédito no Brasil, diz Marquinhos Santos, técnico da Chapecoense
Ingressos já estão à venda para o jogo entre Chapecoense e Goiás na Arena Condá
Chapecoense comunica renúncia de vice-presidente e desligamento de diretores
Chapecoense sofre gol aos 54 do 2º tempo e perde para o Palmeiras fora de casa
Dia movimentado para as categorias de base da Chapecoense