Chapecoense pode chegar à quinta final consecutiva no Campeonato Estadual

Foram dois títulos e dois vices nas últimas quatro edições do campeonato

- Publicidade -
 

A Chapecoense vive o seu melhor momento na temporada de 2020. Passou de quase desclassificado – o que a levaria ao mata-mata de rebaixamento – para semifinalista da Série A do futebol catarinense.

O astral da equipe do Oeste está em alta por eliminar o Avaí, na última quinta-feira, em Florianópolis, nas quartas de final. Porém, a delegação teve pouco tempo para comemorar. Na manhã desta sexta, já houve treino na capital antes do retorno de viagem à tarde. Até porque, neste domingo (2), às 18h, começa a brigar por uma vaga à final contra o Criciúma. A partida será em Chapecó. O clube verde-branco tenta decidir o título estadual pela quinta vez consecutiva.

Detentor de seis títulos do Catarinão, o Verdão disputou o troféu de campeão nas últimas quatro edições do torneio. Levantou a taça em 2016 (contra Joinville) e 2017 (contra o Avaí), enquanto que em 2018 (contra o Figueirense) e 2019 (contra o Avaí) ficou com o vice. No começo do ano, a Chape dava indícios de que pararia no meio do campeonato. Foi conquistar a primeira vitória no Estadual apenas no sétimo jogo. A classificação para as quartas foi confirmada somente na última rodada. Depois, a competição acabou suspensa por causa da pandemia do novo coronavírus.

No retorno, a Chape mostrou evolução, tanto que desbancou o Avaí, apontado como grande favorito do certame, com vitória por 2 a 0 na ida e empate (1 a 1) na volta. O técnico Umberto Louzer está invicto: quatro vitórias e três empates em sete partidas. “Os atletas têm acreditado na comissão (técnica). A entrega diária faz evoluir. Temos muitos ajustes a fazer. O que me deixa feliz é que os atletas sabem que precisam crescer para escrever uma história bonita na Chapecoense”, disse.

O desafio, agora, é faturar a passagem para mais uma final. Pela frente estará o Tigre, que avançou ao vencer o Marcílio Dias, em Itajaí, na quinta-feira. O time do Sul fará o segundo jogo em casa, no estádio Heriberto Hülse, na próxima quarta-feira (5), às 21h30, por ter melhor campanha na primeira fase. A tendência é Louzer é repetir a escalação do último compromisso. No adversário, o lateral Victor Guilherme está suspenso.

Outro cruzamento

Na outra semifinal se enfrentam Juventus e Brusque, neste domingo, às 16h, em Jaraguá do Sul. A volta ocorrerá no Vale. O regulamento da semifinal prevê decisão por pênaltis em caso de empate no saldo de gols após a segunda partida. Os jogos são com portões fechados para a torcida, por conta da covid-19.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atacante Lucas Tocantins é anunciado pela Chapecoense e valoriza visibilidade do clube
Chapecoense perde Anderson Leite e Guedes por lesão e tem retorno de Willian Oliveira
Dois jogos abrem a edição de 2020 da Série B do futebol brasileiro nesta sexta
Laterais Alan Ruschel e Rafael Santos reforçam Chapecoense para estreia na Série B
"O mérito da classificação é dos atletas", afirma Umberto Louzer, técnico da Chapecoense
Chapecoense elimina Criciúma nos pênaltis e chega à quinta final seguida no Catarinense
Em vantagem, Chapecoense decide classificação contra o Criciúma à final do Catarinense
Louzer faz alerta sobre vantagem da Chapecoense: "Não adianta sentar no resultado"
Chapecoense já está no Sul do Estado para a decisão contra o Criciúma pelo Catarinense
Chape agenda exames de Thiago Ribeiro e Lucas Tocantins e sonha com ex-Corinthians