Chapecoense realiza mais um processo de desinfecção no CT da Água Amarela

Clube do Oeste fechou parceria com empresa para fazer serviço

- Publicidade -
 

O CT da Água Amarela passou por mais uma sessão de desinfecção antes de os jogadores da Chapecoense se reapresentarem ao local nesta semana. O trabalho foi realizado por meio de uma parceria com a empresa ProBr/Divisão For Health. O clube do Oeste divulgou o serviço por meio das redes sociais, na tarde desta segunda-feira (27).

“Essa é mais uma medida preventiva contra a covid-19, que tem sido tomada a fim de garantir a saúde de todos os colaboradores”, comunicou a agremiação verde-branca. O centro de treinamento e, também, a Arena Condá já passaram por outros processos de desinfecção de ambiente durante a pandemia do novo coronavírus.

A Série A do futebol catarinense será retomada nesta semana. O presidente da Federação, Rubens Angelotti, afirmou ter recebido a autorização do governador Carlos Moisés, na noite deste domingo (26), e que o governo de Santa Catarina irá oficializar a liberação nesta segunda.

Na sexta (24), o Estado havia ampliado a suspensão das competições esportivas até 7 de agosto, o que provocou críticas. Os dirigentes alegam que as partes firmaram um acordo para o retorno do certame nesta semana. Dois dias depois, Moisés atendeu aos apelos e voltou atrás da decisão.

A FCF ainda não definiu as datas. A Chape deve enfrentar o Avaí na quarta (29) ou quinta (30), no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pelas quartas de final. O time do técnico Umberto Louzer pode perder por um gol de diferença para avançar à semifinal, pois venceu a partida de ida pelo placar de 2 a 0, na Arena Condá.

O Leão da Ilha precisa ganhar por dois gols de vantagem para levar a disputa aos pênaltis ou por três de diferença para garantir a classificação. Todos os confrontos do Catarinão serão com portões fechados e número limitado de profissionais.

Atletas, comissão técnica e funcionários das agremiações envolvidos nos duelos devem ser testados para a covid-19 até 48 horas antes de a bola rolar, conforme determina o protocolo sanitário elaborado pela Federação, em conjunto com a secretaria estadual da Saúde.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Em vantagem, Chapecoense decide classificação contra o Criciúma à final do Catarinense
Louzer faz alerta sobre vantagem da Chapecoense: "Não adianta sentar no resultado"
Chapecoense já está no Sul do Estado para a decisão contra o Criciúma pelo Catarinense
Chape agenda exames de Thiago Ribeiro e Lucas Tocantins e sonha com ex-Corinthians
Chapecoense vence Criciúma e abre vantagem na briga por vaga à final do Catarinense
Atleta Patrícia Maldaner, da Chapecoense, é convocada para a seleção brasileira sub-17
Em confronto entre irmãos, Chapecoense recebe Criciúma pela semifinal do Catarinense
Chapecoense pode chegar à quinta final consecutiva no Campeonato Estadual
Umberto Louzer celebra 100° jogo como treinador com classificação da Chapecoense
Chapecoense empata na capital, elimina Avaí e pega Criciúma na semifinal do Catarinense