Chapecoense se despede da Série A no maior templo do futebol brasileiro, o Maracanã

Time do Oeste catarinense não sabe quando voltará ao estádio carioca

- Publicidade -
 

Pouco mais de 10 anos depois de estrear no Maracanã, a Chapecoense retorna neste domingo (8) ao principal templo do futebol brasileiro sem saber quando voltará ao estádio carioca. O clube do Oeste catarinense se despede da Série A nacional de 2019 e em 2020 disputará a Série B, competição que não terá nenhum time do Rio de Janeiro. A equipe verde-branca encarar o Vasco às 16h, pela última rodada (38ª) do Brasileirão.

A Chape pisou no Maracanã pela primeira vez em 4 de outubro de 2009. Com acesso garantido à Série C, o time treinado pelo técnico Mauro Ovelha encarou o Macaé (RJ), pela ida da semifinal da inédita quarta divisão do Brasil. A agremiação fluminense venceu pelo placar de 2 a 0 e se classificou à final no saldo de gols – perdeu por 3 a 2 o jogo da volta, na Arena Condá. O São Raimundo, do Pará, ganhou o campeonato.

Sem clubes do Rio na Série B do ano que vem, a única possibilidade de o Verdão voltar ao Maracanã, que oficialmente tem o nome de Jornalista Mário Filho, é enfrentar um carioca na Copa do Brasil. Em principio, o duelo deste fim de semana seria no estádio São Januário, mas os dirigentes cruzmaltinos solicitaram a troca de local para o duelo ter público maior. A expectativa é de arquibancadas lotadas.

Para a Chapecoense, o compromisso serve apenas para cumprir tabela. Rebaixado na 35ª rodada, o Verdão será comandado pelo auxiliar permanente do clube, Emerson Cris. O técnico Marquinhos Santos pediu liberação à diretoria para não estar neste confronto. Ele se despediu a torcida após a vitória por 3 a 0 sobre o CSA, na última quarta-feira (4), em Chapecó.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Time feminino da Chapecoense retoma as atividades de olho no Brasileiro da Série A2
Bruno Silva e Evandro entram no BID e estão regularizados para reforçar a Chape
Chape sem Alan Ruschel e Denner contra o Náutico. Thiago Ribeiro é relacionado
Zagueiros da Chapecoense apresentam a nova camisa número 3 para celebrar título
Chapecoense volta a treinar após conquista do Estadual e apresenta atacante Felipe Garcia
Em 3 anos, Louzer vence 2° estadual da carreira. Primeiro no Guarani, agora na Chape
Para soltar grito de 'é campeão'. Chape chega com festa após resgatar hegemonia em SC
Jogadores da Chape dedicam conquista a massagista Douglas Mendes, que morreu em junho
Título premia recuperação da Chapecoense no Estadual
Campeã estadual, Chape desembarca em Chapecó na manhã desta segunda-feira