Chapecoense vai pedir anulação da final. Presidente do clube quer punição ao árbitro

Plínio David De Nes diz não reconhecer o resultado contra o Avaí

- Publicidade -
 

A Série A do futebol catarinense de 2019 terminou com polêmica neste domingo (21), no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Imagens congeladas mostram que o lateral esquerdo Bruno Pacheco, da Chapecoense, fez gol na disputa por pênaltis na final contra o Avaí, mas o árbitro Bráulio da Silva Machado entendeu que a bola correu por fora, não por dentro, após bater na trave.

O juiz de campo conversou com o VAR e resolveu apontar como cobrança desperdiçada. Após o erro, o Leão comemorou o título. Ele poderia também conferir o lance no monitor, mas tomou a decisão sem utilizar o recurso do vídeo. Os jogadores, a comissão técnica e a diretoria do Verdão reclamaram muito da conduta de Bráulio da Silva Machado.

O presidente da Chape, Plínio David De Nes Filho, o Maninho, detonou a arbitragem, dizendo que não reconhece a derrota nas penalidades - 4 a 2, após 1 a 1 no tempo normal - e vai pedir na Justiça Desportiva a anulação da partida.

O time do Oeste sequer ficou no campo para receber o troféu de vice-campeão após o jogo. A invasão de torcedores avaianos também foi um dos motivos para os atletas irem ao vestiário, por questão de segurança.

Confira o que disse Maninho:

“Nós não reconhecemos este resultado. Vamos entrar amanhã (segunda-feira, 22) com pedido de cancelamento desta partida, porque nos julgamos no direito, pela falha indecorosa desse árbitro chamado Bráulio Gomes (Bráulio da Silva Machado), que pra mim deve ser punido e afastado do futebol brasileiro, por seis meses a um ano. Este cidadão não merece o respeito da nossa comunidade de Chapecó, do Oeste catarinense e dos torcedores da Chapecoense, pela atitude que ele teve nesta noite (domingo, 21). A bola entrou, (imagem) está espalhada em todas as redes de televisão, denegrindo, então, este cidadão, a imagem do futebol catarinense. Descompromissado com a verdade e com aquilo que se deve fazer em uma final. Arbitrar sem olhar a quem. Ele não foi isso, péssima arbitragem. Não vamos nos calar diante da tamanha vergonha que tivemos em Florianópolis, embora a gente saiba qual será esse resultado. Sabemos de tudo isso. O Avaí poderia ter vencido com dignidade”.

>>Confira mais sobre a Chapecoense<<

>>Confira o Blog Resenha Esportiva<<


1 COMENTÁRIO(S)

  1. Ridículo, duas vezes ridículo. Primeiro a destacar o provincianismo desse site que, talvez por inveja, não faz menção alguma ao merecido título do Avaí. Coisa de jornal interiorano. E o segundo ridículo vai para o Presidente, se é que tem postura de Presidente, em querer anular o jogo. Balela de quem não sabe perder e reconhecer a superioridade do adversário. Quer enganar a torcida. Nunca no mundo se anulou um jogo por erro de arbitragem. Chapecoense, te ciuuida, já estão te chamando de Chapequena.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Vini Locatelli avalia volta aos gramados: A Chape está nos dando toda a segurança
Técnico Umberto Louzer valoriza marca na Chapecoense: 100 dias é um número expressivo
Avaliações físicas marcam volta dos atletas da Chape ao CT
Dois dos 260 testes para covid-19 na Chape deram positivo. Clube volta a treinar quarta (27)
Preparador físico da Chape diz que é necessário um mês de treinos antes da volta dos jogos
Experiente zagueiro Kadu demonstra otimismo na Chapecoense
Chapecoense testa jogadores para covid-19. Resultados devem sair até o fim de semana
Chape anuncia rescisão de contrato com Renato. Jogador deve voltar ao Avaí
Chapecoense projeta retomada dos treinos presenciais para a próxima segunda-feira (25)
Chape oficializa chegada de Denner e empréstimo de atletas do sub-17 ao Athletico-PR