Chapecoense vence Tubarão, se classifica e vai enfrentar o Avaí nas quartas de final

Partida valeu pela última rodada da primeira fase do Catarinense

- Publicidade -
 

Feito o dever! A Chapecoense derrotou o Tubarão na tarde deste domingo (15), no Sul do Estado, e se classificou às quartas de final da Série A do futebol catarinense. A vitória por 3 a 1 no estádio Domingos Silveira Gonzáles livrou o clube do Oeste do mata-mata de rebaixamento. No mata-mata haverá a reedição da final da edição do ano passado.

O Tubarão assustou primeiro em cobrança de falta aos sete minutos, mas a Chapecoense dominou na etapa inicial. O time do técnico Umberto Louzer dificultou a saída de bola do adversário e criou algumas boas jogadas, principalmente pelo lado direito. Os visitantes abriram o placar aos 10 com Paulinho Moccelin, que aproveitou cruzamento de Matheus Ribeiro. Foi o primeiro gol do atacante com a camisa verde-branca.

Jogando com mais lucidez, a Chape chegou naturalmente ao segundo gol. Aos 29, Derlan pegou rebote na grande área, depois de cobrança de escanteio, e deu um toquinho para vencer o goleiro Lee. O Peixe tentava chegar ao empate, mas esbarrava na marcação do oponente. O árbitro Rafael Traci fez parada técnica durante da primeira etapa por conta do forte calor em Tubarão.

A equipe anfitriã voltou melhor do intervalo e pressionou. Porém, não soube transformar a superioridade em gol. O Verdão, por sua vez, se utilizou de uma cobrança rápida de falta para liquidar o confronto. Aos 23, Matheus Ribeiro recebeu de Roberto e chegou chutando para aumentar a vantagem. O lateral direito fez o primeiro gol pela agremiação de Chapecó. Os donos da casa diminuíram com Davi Lopes, de pênalti, aos 29, mas a reação parou por aí.

A metade final do duelo também marcou a estreia de um jogador na Chapecoense. Em questão, Rone. O ex-atacante do Cascavel CR (PR) saiu do banco aos 18 minutos para substituir Aylon. Aos 37, Umberto Louzer colocou em campo Anselmo Ramon, no lugar de Paulinho Moccelin. O centroavante não atuava há um mês, devido a uma lesão muscular.

A Chape terminou a primeira fase em oitavo lugar e vai enfrentar na etapa eliminatória o Avaí, que terminou na liderança. O jogo de ida será na Arena Condá, enquanto o segundo vai ser disputado em Florianópolis. A partida coloca frente a frente os finalistas do Catarinão 2019. O Leão da Ilha faturou o título nos pênaltis.

 

TUBARÃO 1x3 CHAPECOENSE

Tubarão: Lee; Bartell, Carlos Alexandre, Vinicius Kuerten e Kevin (Israel); Eduardo Meurer, Davi Lopes, Edinho e Robertinho; Rayan e Zé Vitor (Matheus Mazia). Técnico: Pingo.

Chapecoense: João Ricardo; Matheus Ribeiro, Hiago, Derlan e Alan Ruschel; Guedes, Vini Locatelli e Foguinho (Tharlis); Paulinho Moccelin (Anselmo Ramon), Aylon (Rone) e Roberto. Técnico: Umberto Louzer.

Arbitragem: Rafael Traci, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro.

Gols: Paulinho Moccelin (C), aos 10, e Derlan (C), aos 29 do 1º tempo. Matheus Ribeiro (C), aos 23, e Davi Lopes (T), aos 29 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Kevin e Israel (T); Paulinho Moccelin e João Ricardo (C).

Público: 1.294 (total). Renda: R$ 18.550,00.

Local: Estádio Domingos Silveira Gonzáles, em Tubarão (SC). Data: 15 de março de 2020.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

7 min – Tubarão: Guedes faz falta em Robertinho perto da grande área. Kevin bate no canto direito de João Ricardo, que vai na bola e cede escanteio.

GOL! 10 min – Chapecoense: Matheus Ribeiro cruza da direita na medida para Paulinho Moccelin, no meio da grande área. O atacante testa com firmeza para a rede.

GOL! 29 min – Chapecoense: Após escanteio cobrado por Vini Locatelli pela direita, Derlan aproveita sobra de bola em desvio de Aylon para tocar por baixo de Lee.

39 min – Tubarão: Davi Lopes encontra espaço pela esquerda e levanta para o meio da grande área. Zé Vitor cabeceia bem, mas João Ricardo faz a defesa.

Segundo tempo

8 min – Tubarão: Kevin cobra falta da esquerda, na intermediária, e encontra na grande área Carlos Alexandre, que ganha no alto, mas cabeceia por cima.

14 min – Tubarão: Robertinho recebe na grande área e experimenta rasteiro. A bola desvia em Guedes e dificulta para João Ricardo, mas ele pega firme.

GOL! 23 min – Chapecoense: Roberto recebe na esquerda após cobrança rápida da falta, dribla e cruza para trás. Matheus Ribeiro pega de primeira, rasteiro, e marca.

GOL! 29 min – Tubarão: Arbitragem marca pênalti de Hiago em Rayan. Davi Lopes cobra com força no lado direito de João Ricardo, que vai na bola, sem sucesso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense dá férias aos atletas e não deverá voltar a jogar antes do dia 10 de maio
"Quarentena não é férias", diz fisiologista da Chapecoense. Atletas fazem atividades em casa
Chape publica balanço financeiro de janeiro e fevereiro: déficit chega a R$ 1,7 milhão
Técnico da Chapecoense usa quarentena para avaliar rendimento do time
Chapecoense encaminha reforços para a Série B, mas espera para bater martelo
#FiqueEmCasa. Chapecoense faz campanha de prevenção contra o novo coronavírus
Atenção, torcedor! Chapecoense suspende atendimento presencial na central do sócio
Chape suspende treinos por conta do coronavírus! Médicos do clube falam sobre o assunto
Jogadores da Chape voltam aos treinos, mas programação da semana pode ser cancelada
Chapecoense vence Tubarão, se classifica e vai enfrentar o Avaí nas quartas de final