Convênio garante novo Contorno Viário em Chapecó

Assinatura entre Estado e município para obra de ligação entre a SC-283 e a BR-282 será realizado nesta sexta-feira

- Publicidade -
 

Bruno Pace Dori
politica@diariodoiguacu.com.br

Será assinado nesta sexta-feira (21), às 11h, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, o convênio entre o governo do Estado e o município de Chapecó para a obra do Contorno Viário Extremo Oeste, que será a ligação entre a SC-283, na linha Simonetto, e a BR-282, na linha Colônia Bacia. O convênio, que será celebrado entre o governador Carlos Moisés (PSL) e o prefeito Luciano Buligon (PSL), garantirá o repasse de R$ 25 milhões do Estado para a obra.

Com isso, a Prefeitura de Chapecó poderá fazer o lançamento do processo licitatório para a execução da nova rodovia. O Contorno Viário está orçado em R$ 50 milhões. A administração municipal deve usar linhas de créditos abertas na Caixa Econômica Federal para completar a obra ou, ainda, buscar outras maneiras, como as emendas parlamentares. Isso não impede, entretanto, que o próprio governo do Estado aporte mais dinheiro para o Contorno mais tarde.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

O Contorno Viário Extremo Oeste terá 11,2 quilômetros de extensão e características de uma rodovia. Com isso, estão previstos a construção de alças para retorno de caminhões e ônibus e trechos com terceira pista. Serão instalados dois trevos, um na SC-283, próximo à entrada do loteamento Vederti e outro na BR-282, na altura do condomínio Espelho das Águas, para dar maior fluidez ao trânsito, facilitar o acesso à rodovia e diminuir o risco de acidentes nos locais.

A importância da obra

A ligação entre a SC-283 e a BR-282 é considerada muito importante para o desenvolvimento de Chapecó e da região Oeste devido às agroindústrias localizadas na região no bairro Efapi e na linha Tomazelli. A expectativa é de que diariamente cerca de 250 caminhões circulem pelo local, sendo o novo Contorno uma rota para evitar que os caminhões passem pela via urbana.

Recentemente, a Cooperativa Aurora inaugura ampliação da unidade conhecida como Fach I, localizada no acesso a Guatambu (SC-484). A planta industrial foi dobrada, o que permitirá que o abate e processamento de suínos passe de 5 mil para 10 mil por dia. O investimento foi de R$ 268 milhões. A Aurora deve ainda ampliar sua indústria de aves na SC-283, a antiga Bondio.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Já a Cooperalfa investirá cerca de R$ 250 milhões na ampliação de sua unidade localizada na linha Tomazelli, saída para a SC-283. A produção de farelo de soja, usado na alimentação de suínos e de aves, passará de 700 toneladas para 2 mil toneladas por dias. Com as ampliações da Aurora e Cooperalfa, é necessária uma nova rodovia na área para poder escoar a produção.

Com a ampliação da atividade agroindustrial na área Oeste, o novo Contorno permitirá que os caminhões saiam da SC-283 e cheguem à BR-282 sem precisar atravessar as avenidas Attilio Fontana e Leopoldo Sander e o acesso a Chapecó (BR-480), desviando o trânsito pesado das vias urbanas. Ainda, facilitará o acesso de universitários vindos de vários municípios da região.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Alesc, TJSC, MPSC e TCE anunciam medidas para reduzir custos durante pandemia
Projeto de Lei prevê redução de salários de agentes políticos em Chapecó
Oito dos 21 vereadores de Chapecó trocam de partido durante janela
Moção pede redução de salários e de verba de gabinete na Alesc
Auri Casalli assume presidência do PSB em Chapecó
Fórum discute estratégia para minimizar impactos do coronavírus
Janela para troca de partido encerra nesta sexta-feira (3)
Deputados estaduais aprovam projetos sobre recursos do Badesc
Vereadores de Chapecó pedem medidas emergenciais para falta de água
Marcio Sander se filia ao PSDB e é pré-candidato a prefeito