Corpo de Bombeiros Militar registra quase cinco mil chamadas para atendimento

Embora os sistemas tenham ficado instáveis em todas as regiões, por falta de luz ou de sinal de telefonia, estas chamadas foram registradas nas centrais

- Publicidade -
 

Durante a passagem do ciclone extratropical por Santa Catarina, entre terça-feira (30) e quarta-feira (01), o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina registrou 4.935 chamadas pelo telefone 193.

Embora os sistemas tenham ficado instáveis em todas as regiões, por falta de luz ou de sinal de telefonia, estas chamadas foram registradas nas centrais. Ou seja, não considera as chamadas que foram realizadas aos telefones fixos de cada cidade e aos celulares que foram disponibilizados para atendimento nesta situação.

Foram priorizados os atendimentos presenciais das emergências que traziam risco à vida. Sendo assim, mais de 1,9 mil ocorrências tiveram o deslocamento das 427 viaturas empenhadas. As outras demandas foram atendidas com a orientação via telefone.

Nestes dois dias, 1.705 bombeiros militares atuaram, além de 828 bombeiros comunitários. Em duas regiões foi necessária a atuação das Forças-Tarefas 14, em Xanxerê, e 13, em Tijucas, que contou ainda com reforço do binômio (bombeiro militar e cão de busca) Cabo Carlos de Souza e Zaara.

Cuidados após o ciclone

É preciso ter cuidado, mesmo após o ciclone, para evitar novas ocorrências, por isso é indicado para que a população não suba em telhados que estejam molhados, em árvores ou locais que estejam instáveis.

Nos casos de destelhamento a recomendação é que as pessoas não tentem subir em móveis, escadas ou no próprio telhado para colocação de lonas, sem o equipamento de proteção individual para atuação em altura.  Uma opção mais segura é proteger os móveis com as lonas, ou criar uma proteção interna.

Não tente reparar a rede elétrica por conta própria, chame um técnico, especialista no assunto.

Cortes de árvore

O CBMSC realiza o procedimento de retirada de árvores quando estão interditando vias públicas ou quando há risco para uma residência. Nestes casos acione o 193. Caso não se enquadre nestas situações, deve ser acionado um serviço particular.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Kits de Alimentação serão entregues a partir desta quinta-feira pela Secretaria da Educação
Delegada perde cargo após se negar lavrar prisão em flagrante de traficante
Acidente na rodovia SC-163 deixa trânsito lento em Itapiranga
São Lourenço do Oeste investe em iluminação em Led
Chapecó autoriza retorno de transporte interestadual de passageiros
Linha Colônia Cella ganhará nova Unidade de Saúde
MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino
Veículo pega fogo no centro de São Miguel do Oeste
Bombeiros apostam em lives para dar dicas e orientações sobre ações preventivas
MPSC recomenda que Concórdia suspenda o transporte coletivo municipal, proibido pelo Estado para prevenir a covid-19