Criador é especialista em pássaros mansos em Chapecó

Claudio Luiz Ioriati tem 100 pássaros domésticos no seu criadouro

- Publicidade -
 

Em casa, eles brincam soltos e até atendem pelo nome. Na rua, Guga, Zezinho e Neck passeiam com o dono, Claudio Luiz Ioriati, tranquilamente. Quem pensou que estou falando de cães está muito enganado. Os nomes citados fazem parte da 2ª espécie de animais domésticos mais comuns no Brasil: os pássaros.

>> Últimas notícias <<

Atrás somente dos cães, os pássaros domésticos estão presentes em milhares de lares brasileiros. Ao todo, o Brasil conta com cerca de 38 milhões de pássaros mansos. Destes, 100 estão no criadouro de Claudio, morador de Chapecó.

Apaixonado pelos pássaros, Claudio é associado da Sociedade Oeste Catarinense de Ornitologia (SOCO) há 20 anos. Logo nos primeiros anos, Claudio já começou se interessar pela criação de pássaros mansos. Com o passar do tempo, o hobby virou negócio. Hoje, Claudio cria pássaros mansos para comercializar. 

São seis espécies de pássaros domésticos: Red Rumped, Ring Neck, Calopsita, Agapornis e Loris. Claudio revela que o segredo para torná-los mansos é a alimentação. “Quando eles nascem eu reservo eles e dou papinha no bico quatro vezes por dia durante 45 dias. Isso faz com que eles fiquem mansinhos e apegados a mim, é como se eu fosse o pai mesmo”, conta.

Segundo o associado da SOCO, os pássaros mansos podem ser até mais carinhosos do que os cães ou os gatos. “Eles querem carinho o tempo todo e se apegam demais aos donos. É um amor muito grande entre o dono e o pássaro”, comenta.  

30ª Feira de Pássaros

Quem deseja conhecer os pássaros de Claudio e até mesmo levar um para casa, terá a oportunidade nesta semana. A partir de quinta-feira (5) ocorre em Chapecó a 30ª Feira de Pássaros e de Orquídeas, promovida pela SOCO. A feira acontece na sede da SOCO, das 8h às 18h, até domingo (8).

Na oportunidade, serão expostos mais de 400 pássaros de diversos criadores de Chapecó e região. O objetivo do evento é estimular a troca de experiências entre criadores e apresentar inúmeras espécies de pássaros aos visitantes. 

Os visitantes poderão também conferir a beleza das orquídeas e levar para casa belíssimas plantas. Mais de mil orquídeas floridas e cerca de 300 mudas estarão à venda.  

Sobre a SOCO   

A Sociedade Oeste Catarinense de Ornitologia (SOCO) foi fundada em 1989 por um grupo envolvido com a criação de pássaros. Reuniões mensais são realizadas com o grupo que conta hoje com cerca de 40 associados de toda a região. Com uma sede própria de 700 metros quadrados e estrutura de 4,5 mil gaiolas próprias, a entidade realiza de três a cinco eventos anuais.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Bolshoi faz pré-seleção em Chapecó nesta quarta-feira
Inscrições para o workshop da Escola Bolshoi encerram nesta segunda-feira (16)
Cinco motivos para visitar os museus e galerias de arte de Chapecó
Morador de Xanxerê lança livro no Rio de Janeiro e em Chapecó
Cyberbulling: a maldade por trás da internet
Cão que furta pet shops fica famoso em Balneário Camboriú
Feira de Mudas Frutíferas e Ornamentais começa sexta-feira em Chapecó
Dança Chapecó começa nesta quarta-feira (11)
Orion é o novo filhote que chega ao Corpo de Bombeiros de SC
30ª Feira de Pássaros e Orquídeas espera 4 mil pessoas em Chapecó