Cuidados simples para escolha da mochila escolar

Mochila não pode ultrapassar mais de 10% do peso corporal da criança

- Publicidade -
 
Muitas escolas voltam às aulas no início de fevereiro e um tema que vem à tona é o material escolar das crianças, especificamente a mochila. Por isso, os pais e responsáveis devem ficar atentos ao peso da mesma. De acordo com o INTO, Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, a mochila que será transportada pela criança não pode ultrapassar mais de 10% do peso corporal.

O ortopedista Mauricio Fabiani explica que uma criança com 30 quilos não deve carregar um fardo maior que 3 quilos nas costas. Mas, às vezes, a própria sacola vazia pesa mais que meio quilo e somando isso a livros, cadernos, e outros materiais, o peso da mochila pode exceder ao que é recomendado.

Mauricio esclarece que esse peso em excesso pode provocar dor nas costas, lombares, escoliose – que é uma deformidade na coluna difícil de ser corrigida depois; dores de cabeça severas, queda no desempenho escolar, sem uma causa aparente.
 
Para evitar o problema algumas dicas essenciais deverão ser seguidas:
 
  • Aos 4 ou 5 anos, o ideal é que a criança utilize apenas uma lancheira, e caso seja necessário, uma bolsa com rodinhas para carregar o material didático.
  • Aos 6\7 anos, ainda se recomenda a bolsa com rodinhas, mas já é possível carregar uma mochila às costas, desde que sem muito peso.
  • Aos 12, 13 anos, a mochila está liberada, desde que dentro dos critérios estabelecidos, ou seja, segundo a regra dos 10%.
  • Para prevenir as dores seguidas dos outros efeitos indesejáveis, é preciso ficar atento à forma como a bolsa é usada, a começar pelo tamanho, que nunca deve ser maior que o comprimento do tronco da criança.
  • É importante usar as alças nos dois ombros, distribuindo melhor o peso da mochila.
  • As alças precisam estar bem ajustadas para que a sacola fique rente à altura dos ombros.
  • Quando for pegar algo no chão, jamais dobrar as costas e sim se ajoelhar para pegar o objeto.
  • Pais devem ficar atentos à queixa de dores nas costas.
  • Escolha uma mochila leve, que, vazia, não pese mais que meio quilo.
  • Observe se as alças são acolchoadas e reguláveis. Alças estreitas causam compressão nos ombros, deixando a musculatura tensa, o que causará dores que se estenderão pelas costas, pescoço e cabeça

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais de mil pessoas já se vacinaram contra o Sarampo em Chapecó
Equipamento para agilizar identificação de vírus respiratórios chega a SC
SC amplia faixa etária da Campanha de Vacinação contra o sarampo
Aumento de casos de sífilis causa alerta no Brasil
Dicas saudáveis e criativas para a lancheira da garotada
Santa Catarina descarta casos suspeitos do coronavírus
Unimed Chapecó divulga nota de informação sobre o coronavírus
Confirmado primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil
Pesquisadores desenvolvem software para diagnosticar melanoma
64 macacos morreram com suspeita de febre amarela em SC em 2020