Deputado Peninha pede unificação das eleições

Parlamentar diz que coincidência de mandatos resultará em economia aos cofres públicos

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB) busca apoio em Brasília (DF) para aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pretende unificar as eleições no País. Nesta quinta-feira (25), o parlamentar é aguardado na Marcha dos Vereadores para apresentar a proposta. “O período eleitoral é uma fase em que o País para. As obras públicas não têm andamento, os projetos ficam congelados, o Legislativo quase não trabalha”, diz ele.

O parlamentar argumenta que o alto custo de cada pleito já justificaria a iniciativa, que em 2018, por exemplo, chegou à casa dos R$ 900 milhões. “Não existe uma justificativa plausível para que tenhamos eleições a cada dois anos. Será absurdamente mais produtivo e barato aos cofres públicos se definirmos todos os líderes de uma só vez”, explica o autor. Peninha ressalta que este é um dos fatores que tem gerado grande repercussão e ele tem recebido apoios.

Últimas notícias

A PEC 56/2019 prevê que os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores serão prorrogados por dois anos, para que em 2022 todos os cargos sejam eleitos de uma só vez – de vereador à presidente da República. Com a prorrogação de mandato, os prefeitos que poderiam disputar a reeleição em 2020, perderão esse direito. “Eu assumi esse compromisso, agora é necessário que todos realmente se comprometam para que tenhamos força para aprová-la”, comenta.

História

As alternâncias nas datas das eleições iniciaram no final da década de 1950 e duraram até 1982, quando ocorreu uma eleição geral para todos os cargos, menos presidente. Em 1986 e 1990, foram realizadas eleições para governador, senador, deputados federais e estaduais. Em 1988 e 1992, aconteceram pleitos para prefeito e vereador. Em 1989 houve a primeira eleição direta para presidente desde 1960. A partir de 1994, a eleição à presidência da República passou a ocorrer junto a de governador, senador, deputados federais e estaduais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Prefeitura de São Lourenço confirma obra de asfaltamento
Justiça Eleitoral realiza plantão de cadastramento biométrico neste sábado (25)
Marcilei protocola projeto para redução do Duodécimo
Câmara dos Deputados conclui votação de Medida Provisória
Os órgãos extintos e as Secretarias criadas pela Reforma Administrativa
Texto aprovado pela Alesc agrada o governo do Estado
Diretórios regionais e municipais também são obrigados a investir em candidaturas femininas
Três são condenados por fraude a licitações de Planalto Alegre
Mais um passo para a concessão do aeroporto de Chapecó
Reforma administrativa é aprovada por unanimidade na Alesc