Diretor da Chapecoense confirma acerto com Camilo. Meia se apresenta nesta semana

Jogador defendeu o Verdão em 2014 e 2015 e estava no Inter

- Publicidade -
 

Ele está voltando. A Chapecoense confirmou o acerto com o meia Camilo. Clube e jogador estão alinhados, faltando apenas a liberação por parte do Internacional. A rescisão contratual deve ocorrer ainda nesta terça-feira (28). O atleta de 33 anos chega a Chapecó nesta semana.

O acordo com Camilo foi confirmado pelo diretor de futebol da Chape, Newton Drummond, ao Diário do Iguaçu. “Chapecoense e Camilo estão ajustados, faltam detalhes. Ele está no Inter rescindindo. O Inter também aceitou”, disse o dirigente, que trabalhou 11 anos como executivo do clube gaúcho e está desde dezembro do ano passado no Verdão.

O contrato de Camilo com o Internacional termina no dia 30 julho, mas a agremiação colorada não deseja mantê-lo e aceita liberá-lo de forma antecipada. O agente do atleta, Francis Leonardo, chegou na tarde desta segunda (27) a Porto Alegre (RS) para encaminhar a liberação. A chegada do meio-campista na Arena Condá está prevista para esta quarta (29).

Outros clubes também negociaram com Camilo neste semestre, entre eles o Bahia. Ele ficou muito perto de assinar com os baianos, mas as tratativas emperraram. O Fortaleza também demonstrou interesse. No fim, a Chape, que há um bom tempo tentava o retorno do “Cabeleira”, levou a melhor. Era o único time que negociava com o armador nos últimos dias.

Camilo vestiu a camisa verde-branca em 2014 e 2015. Foi um dos destaques da Chapecoense nestas temporadas. Ele fez 66 jogos e marcou nove gols. Recebeu uma proposta tentadora do Al-Shabab e se transferiu para a Arábia Saudita no início de 2016. Retornou ao Brasil no meio do ano. O Verdão negociou, mas Camilo acertou com o Botafogo.

O meio-campista realizou um sonho do seu pai ao defender a equipe carioca. Ficou lá por um ano e chegou a ser convocado para o amistoso da seleção brasileira com a Colômbia, em janeiro de 2017, no Maracanã, em benefício das famílias das vítimas da tragédia aérea da Chape em novembro de 2016. Depois, foi para o Inter, onde não se firmou como titular.

O nome de Camilo era sempre lembrado na Chapecoense, mas a questão financeira inviabilizava a volta. Agora, as conversas se alinharam. Ele deve assinar com o Verdão até dezembro de 2020.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Em reformulação fora de campo, Chapecoense começa a anunciar novos dirigentes após renúncias
Revelação da base, Hiago é o único zagueiro da Chapecoense em condição de jogo
Chapecoense pode ser rebaixada, matematicamente, na próxima rodada do Brasileirão
Chape paga salário dos funcionários com renda do último jogo. Atletas ainda esperam
Chapecoense perde para o Grêmio e fica a um passo da Série B
Chapecoense tem a volta de Camilo para enfrentar o Grêmio na Arena Condá pelo Brasileirão
Marquinhos Santos tenta vencer a primeira partida na Arena Condá pela Chapecoense
Jogadores da Chape se reúnem para mostrar insatisfação por atrasos de pagamento
Vice de futebol da Chapecoense, Cleimar Spessatto vai renunciar após o Brasileirão
Chapecoense amplia o espaço à torcida do Grêmio para este domingo (10) na Arena Condá