Diretoria executiva da Chape se reúne para definir sobre contratação de treinador

Presidente em exercício do clube, Paulo Magro, afirma que nenhum técnico foi procurado. Nome de Lisca é o mais cotado

- Publicidade -
 

Uma reunião nesta terça-feira (10) entre integrantes da diretoria executiva da Chapecoense vai tratar da situação da contratação de um novo técnico. O presidente licenciado Plínio David De Nes Filho, o Maninho, não participará do encontro. A tendência é a vinda de um profissional para o lugar de Emerson Cris, que, neste caso, voltaria à função de auxiliar.

O presidente em exercício, Paulo Magro, disse nesta segunda (9) que a direção não contatou treinador algum e só iria discutir sobre o assunto após o retorno da delegação. “Tem muita especulação”, afirmou. O grupo desembarcou à noite em Chapecó. O vice de futebol Cleimar Spessatto e o gerente Michel Gazola acompanharam o Verdão na derrota por 2 a 0 para o CSA.

O mais cotado para assumir a Chape é Lisca, que foi demitido do Ceará em abril após livrar o Vozão do rebaixamento na Série A em 2018.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Umberto Louzer sobre a vitória da Chape: Os atletas entenderam, compraram a ideia
Vôlei feminino de Chapecó terá mudanças na equipe para buscar a primeira vitória
Chapecoense vence Boavista, avança na Copa do Brasil e garante prêmio de R$ 1,3 milhão
Contra embalado Boavista, Chape defende tradição de sempre avançar na 1ª fase da Copa do Brasil
Ezequiel se considera experiente e diz que pode ajudar muito os jovens da Chapecoense
Chapecoense oficializa interesse em contratar o atacante Moisés, do Concórdia
Primeiro compromisso de Umberto Louzer vale prêmio de R$ 1,3 milhão para a Chape
Demitido, técnico Hemerson Maria agradece oportunidade de trabalhar na Chapecoense
Novo técnico da Chapecoense, Umberto Louzer tem aproveitamento superior a 50%
Umberto Louzer é o novo técnico da Chapecoense