Diretórios regionais e municipais também são obrigados a investir em candidaturas femininas

Plenário do TSE confirmou a necessidade do repasse mínimo de 5%, ainda que o percentual já tenha sido aplicado pelo diretório nacional

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmaram a obrigatoriedade de todos os diretórios partidários investirem o mínimo de 5% do total de recursos do Fundo Partidário para promover a candidatura de mulheres e ampliar a participação feminina na política. A questão foi levantada por uma consulta apresentada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

“No que tange à criação ou manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres, se o Diretório Nacional de um determinado Partido Político já efetua o repasse global de 5% (cinco por cento) do total de recursos do Fundo Partidário recebidos, existe a necessidade dos demais diretórios regionais e municipais efetuarem esse repasse?”

Últimas notícias

Seguindo voto do relator, ministro Jorge Mussi, o Plenário respondeu afirmativamente. Ou seja, tanto o diretório nacional quanto os diretórios regionais e municipais estão obrigados a cumprir o previsto no artigo 44 da Lei n° 9.096/1995 (Lei dos Partidos Políticos). O relator destacou que a Resolução TSE nº 23.464/2015, em seu artigo 22, é clara em relação ao tema.

Conforme Mussi, os órgãos partidários devem destinar, em cada esfera, no mínimo, 5% do total de recursos do Fundo recebidos no exercício financeiro para a criação ou manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres, a serem realizados de acordo com as orientações e de responsabilidade do órgão nacional do partido político.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Daniela Reinehr participa da abertura da Festa do Pinhão em Lages
Quatro cidades do Oeste têm plantão da Justiça Eleitoral neste fim de semana
Sancionada a lei que institui a Reforma Administrativa em SC
CCJ do Senado decide sustar decreto que flexibiliza porte de armas
Bancada do Oeste atualiza ações para BR-282 e coleta de carcaças
Alesc mantém duodécimo dos poderes
Revisão do eleitorado encerra em 65 municípios no dia 28
Votação para a redução do número de vereadores é adiada em Chapecó
Redução do número de vereadores volta à pauta em Chapecó
Vereador de Goiás vai ao plenário com máscara do Homem de Ferro