Enem 2020: diferente maneiras de estudar ajudam a fixar conteúdo

Ferramentas como o mapa mental facilitam a aprendizagem e a memorização de forma visual

- Publicidade -
 

Durante o Ensino Médio, os estudantes recebem uma enorme quantidade de conteúdos e precisam reter uma grande quantidade de informações para obter bom desempenho em provas de vestibular e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Existem muitas formas diferentes de estudar e uma das mais dinâmicas é o mapa mental. Se trata de uma técnica de estudo que consiste em criar resumos utilizando símbolos, cores, setas e frases de efeito para organizar o conteúdo. Além de ser bem visual, o que facilita para encontrar informações, há a possibilidade de fazer associações entre temas correlatos.

“Os mapas mentais estão entre as técnicas mais eficientes para compreensão e fixação de ideias e conteúdos. A maioria das pessoas aprende com mais facilidade visualizando”, enfatiza a professora de História e Ensino Religioso do Ensino Fundamental Anos Finais do Colégio Marista de Criciúma, Daniela da Silva Lucio Minotto.
 
Mapa mental: como fazer?

Antes de começar a fazer um mapa mental, o aluno precisa ler, resumir, selecionar, agrupar e simplificar ideias e conceitos, explica a professora. Esse processo já boa parte da aprendizagem, pois o estudante tem que processar a informação recebida para conseguir fazer o mapa. Em seguida, é preciso organizá-los em esquemas, diagramas, ilustrações e palavras-chave que os relacione ao conteúdo central. Essa organização permite uma forma harmônica dos processos cognitivos (auditivo, visual e anestésico).

“Para que o mapa mental facilite a revisão do conteúdo, é necessário identificar o tema, colocar em uma posição central, buscar informações e conectá-las. É importante usar a criatividade variando cores, formas e desenhos”, explica Daniela.

O mapa mental pode ser feito à mão, de forma fácil e intuitiva, utilizando canetas, canetinhas ou lápis, ou por meio de softwares que permitem a inclusão de links para conectar conteúdos, por exemplo. Independentemente da maneira como é criado, o objetivo de ambos é o mesmo: facilitar a aprendizagem e a memorização. “O importante é escolher a forma que mais se adéqua à realidade e ao momento”, aconselha a professora.

Se escolher fazer o mapa mental manualmente, basta pegar uma ficha em branco (como uma folha sulfite A4), virar na horizontal e colocar o conteúdo mais importante no centro. Vale incluir desenhos, gráficos ou símbolos. A partir desse ponto central é possível fazer muitas conexões.

Vale a pena investir nos mapas mentais?

A aluna Maria Eduarda Alvarenga Reichle, do 9° ano, considera o método muito eficaz. “Senti uma maior facilidade para memorizar e compreender diversos conteúdos. O mapa mental é algo bem pessoal, que nos conduz pelo conteúdo com desenhos, palavras, ou frases chaves”, conta. Ela diz que se trata de uma maneira divertida de organizar, planejar, ou fazer algum tipo de revisão.

Para o aluno Fábio Gabriel de Deus, também do 9° ano, os mapas mentais ajudam a encontrar o seu próprio jeito de estudar. “Por meio das variadas formas de confecção e desenvolvimento consigo memorizar o conteúdo que preciso. A realização do mapa requer concentração e atenção, por isso considero também um ótimo jeito de estudar o conteúdo”, conta.

Como utilizar os elementos?

- Escolha cores que comuniquem algo e que se relacionem com uma mesma conexão

- Os formatos (quadrados, triângulos, círculos) devem ser pensados para associar conteúdos

- Optar por tipos de seta específicos para cada espaço do mapa mental

- Quando inserir balõezinhos, aproveite formatos e cores que relacionem a algum conteúdo específico

Como criar um mapa metal online? 

Há quem prefira o meio digital para soltar a imaginação e, para isso, existem algumas ferramentas que podem ajudar:

- Coggle: intuitiva e visual, essa plataforma oferece a versão gratuita
- Mindmeister: funciona no navegador e também tem opção gratuita ou desconto para estudantes
- Mind Node: simples e prática, funciona somente em iOS
- Canva: apesar do foco da ferramenta não ser exclusivamente mapas mentais, pode ser utilizada para esse fim. É gratuita


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Moradores de São Domingos registram chuva com cor escura
Teodoro e Sampaio farão live para ajudar Sofia Helena
Homem fica ferido em acidente no acesso a Chapecó
PRF recupera veículo que não foi pago e devolve ao dono em Campos Novos
Acidente entre carro e caminhão faz pista ficar perigosa em Formosa do Sul
História em quadrinhos retrata a cultura italiana no Sul do Brasil
Polícia esclarece morte de jovem registrada em junho no Distrito Marechal Bormann
Detonações de rochas serão realizadas em Maravilha nesta sexta-feira (18)
Escola Leonel Brizola desenvolve projeto para estimular a leitura em Chapecó
Motorista fica ferida ao bater em poste na avenida Fernando Machado