Escritora Neide de Azevedo Lima homenageia Diário do Iguaçu

Aos 87 anos e com a cabeça a mil, escritora paranaense lançou a coletânea Kaleidoscópio com 500 crônicas, a maioria delas publicada no DI. Um agradecimento ao espaço que o jornal disponibilizou para seus textos durante anos

- Publicidade -
 

Aos 87 anos e com a cabeça a mil, a escritora paranaense teve nas páginas do Diário do Iguaçu, o espaço que precisava para que os leitores conhecessem suas crônicas. Das 1.775 publicadas ao longa da vida, a maior parte ficou registrada nas páginas do Diário do Iguaçu.

 

Como uma forma de agradecimento e reconhecimento, Neide de Azevedo Lima publicou a coletânea Kaleidoscópio com 10 volumes e 500 crônicas, a maioria delas publicada no jornal durante os sete anos em que teve coluna, e que morou em Chapecó.

 

O Diário do Iguaçu conversou com ela por meio de um aplicativo de conversa, e descobriu o quanto, mesmo hoje impossibilitada fisicamente em função de um problema no coração a cabeça continua sempre trabalhando, e com novas ideias.  “Escrevo desde menina, e escrevo quase o dia todo”, afirma.

 

Liberdade de opinião

 

Ela conta que a ideia de homenagear o Diário do Iguaçu surgiu da liberdade de opinião que sempre teve ao escrever suas crônicas no jornal, e que em função dessa liberdade que ela considera uma conquista fantástica, o caminho começou a ser percorrido até que ela chegasse à Academia de Letras José de Alencar e ao Centro de Letras de Curitiba.  

 

Crônicas

 

Para ajudar na escolha das crônicas para o livro, Neide conta com um assistente técnico, Silcinei de Oliveira Benetti, que é também o criador das capas e da montagem dos livros.  “Ele se encantou com meus escritos e hoje somos uma dupla muito firme e animada. As crônicas foram selecionadas por datas, a grande maioria é do jornal Diário do Iguaçu, pois tinha como objetivo homenagear o Diário do Iguaçu pela liberdade de expressar minha opinião durante todo o período que tive a honra de trabalhar com este jornal”, afirma. A dupla está trabalhando no segundo livro que se chama “ Desafiando a Vida”.

 

Trajetória de orgulho

 

Nascida em Jundiaí do Sul, no Paraná, Neide é mãe de quatro filhos, viúva desde os 28 anos, se considera realizada e feliz. Tédio e rotina, são duas palavras que nunca estiveram em seu vocabulário. “Sou uma mulher feliz e de bem com a vida. Deus me deu tudo e muito mais do que eu merecia. E eu aceitei feliz da vida, como sou até hoje. Escrevo desde menina e vivi intensamente percorrendo o Brasil de ponta a ponta. Escrevo por prazer”, orgulha-se.

 

Mãe, avó e bisavó

O amor pela família, ela expressa no carinho com os filhos, netos e bisnetos. “Tenho um relacionamento excelente com netos e bisnetos, um total de 19. Apronto muito com eles que me dão amor de graça. Tenho amigos maravilhosos. E com toda certeza sou mãe dos melhores filhos do mundo”, reforça a escritora.

 

Paixão por carros antigos

Neide conta que mesmo não tendo mais carros antigos, faz parte do Clube de Carros Antigos MPLafer. “Mesmo não possuindo mais carros antigos, pois doei para os meus filhos para que eles também descubram o quanto é maravilhoso curtir os amigos e os carros antigos”.

 

Mulher política e sem arrependimentos

Fui e sou mulher política. Cursou Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orgulha-se de ter o título de Baluarte da Resistência Democrática do Brasil junto com o Professor Darcy Ribeiro. Também foi presidente do Movimento Feminino Pela Anistia do Paraná e percorreu o Brasil libertando presos políticos. “Fui Membro da Comissão Verdade, escolhida pelo Governador do Paraná e nunca me arrependi de nada que fiz”. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

6 Brincadeiras pedagógicas para entreter as crianças em casa
6 aplicativos para te ajudar com as finanças pessoais em tempos de crise
O que entra na Netflix em junho?
Artistas chapecoenses se unem e criam fundo colaborativo
Doutores RiSonhos criam conteúdo especial para a quarentena
Artistas chapecoenses tem espaço no Chapecó Cultura Viva
Saiba como manter seu pet ativo e saudável na querentena
Parte 4 de La Casa de Papel estreia nesta sexta-feira (3) na Netflix
Saiba quais séries estreiam e entram com temporadas novas na Netflix em abril
App libera 188 gibis clássicos da Turma da Mônica de graça