Estado e município assinam convênio para novo Contorno Viário em Chapecó

Ligação entre a SC-283 e a BR-282 é considerado como corredor de desenvolvimento do Oeste

- Publicidade -
 

Bruno Pace Dori
politica@diariodoiguacu.com.br

No fim da manhã desta sexta-feira (21) foram celebrados nove atos do governo do Estado, com a assinatura de convênios e de repasse de recursos para municípios da região Oeste. A cerimônia foi realizada no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó, e teve a presença do governador Carlos Moisés (PSL), da vice-governadora Daniela Reinert (sem partido), do prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (PSL), e deputados estaduais e federais.

O ato mais importante foi a assinatura do convênio entre o governo do Estado e o município de Chapecó para a obra do Contorno Viário Extremo Oeste, que será a ligação entre a SC-283 e a BR-282. O local, que hoje é uma estrada rural chamada Alcebíades Sperandio, atravessa as linhas Simonetto, Sarapião, Cascavel e Colônia Bacia. O convênio garante o repasse de R$ 25 milhões do governo do Estado, através do plano de investimentos chamado “Novos Rumos”.

Conforme o governador, o novo Contorno vai trazer mais segurança e ampliar a mobilidade, diminuindo o custo de logística. “Traz mais desenvolvimento para uma região que é muito importante para Santa Catarina. Mais de 30% do Produto Interno Bruto do Estado vem da pujança do agronegócio, portanto, essa rodovia vem para suprir a demanda e o aumento de produção das agroindústrias localizadas nesta área de Chapecó”, destacou Carlos Moisés.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Para Buligon, a pavimentação da estrada trará impactos positivos no longo prazo, pois ajudará a escoar a produção das cooperativas e empresas, além de melhorar a mobilidade urbana. “São 250 caminhões por dia que vamos tirar do perímetro urbano de Chapecó. Além disso, o Contorno encurtará em 10 quilômetros o acesso de estudantes às universidades instaladas na região do bairro Efapi e demais oestinos que previsão vir a Chapecó”, comentou o prefeito.

Com a assinatura do convênio, a Prefeitura de Chapecó poderá lançar a licitação de execução da obra da nova rodovia. A expectativa é que o processo licitatório finalize em 60 dias e o prazo de término da construção é de dois anos. O Contorno está orçado em R$ 54 milhões. Com isso, a administração municipal complementará o restante com linhas de créditos em instituições financeiras, como a Caixa, e com perspectiva de que o Estado possa aumentar o aporte inicial.

O Contorno Viário Extremo Oeste terá 11,2 quilômetros de extensão e características de uma rodovia. Com isso, estão previstos a construção de alças para retorno de caminhões e ônibus e trechos com terceira pista. Serão instalados dois trevos, um na SC-283, próximo à entrada do loteamento Vederti e outro na BR-282, na altura do condomínio Espelho das Águas, para dar maior fluidez ao trânsito, facilitar o acesso à rodovia e diminuir o risco de acidentes nos locais.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Com a ampliação da atividade agroindustrial na área Oeste, aproximadamente 250 caminhões circulando diariamente no local, o novo Contorno permitirá que o trânsito pesado saia da SC-283 e chegue à BR-282 sem precisar atravessar as avenidas Attilio Fontana e Leopoldo Sander e o acesso a Chapecó (BR-480). Ainda, facilitará o acesso de universitários vindos de vários municípios da região e de pessoas que visitam diariamente Chapecó a negócio ou a lazer.

Os presidentes da Aurora, Mario Lanznaster, e da Cooperalfa, Romeo Bet, estiveram presentes na assinatura do convênio. O Contorno Viário Extremo Oeste é considerado muito importante para o desenvolvimento de Chapecó e da região devido às agroindústrias localizadas na área. Ano passado, a Aurora inaugurou a ampliação da unidade Fach I, dobrando a planta industrial e permitindo que o abate e processamento de suínos passasse de 5 mil para 10 mil por dia.

O investimento foi de R$ 268 milhões. A Aurora deve ainda ampliar sua indústria de aves na SC-283, a antiga Bondio. Já a Cooperalfa investirá cerca de R$ 250 milhões na ampliação de sua unidade localizada na linha Tomazelli, saída para a SC-283. A produção de farelo de soja, usado na alimentação de suínos e de aves, passará de 700 toneladas para 2 mil toneladas por dias. Com as ampliações, é necessária essa nova rodovia na área para facilitar escoar a produção.

1 COMENTÁRIO(S)

  1. Até que enfim os moradores e usuários da estrada Alcebíades Sperandio vêm concretizar um sonho tão antigo quanto necessário para o melhor escoamento da produção agrícola da região. Parabéns Sr Prefeito Luciano Buligon e lideranças pela importante conquista! Esta estrada sendo asfaltada acabará com o sofrimento de milhares de chapecoenses que transitam e/ou moram na região. Espero com muita ansiedade o dia em que não necessitarei mais levar um par de sapatos para trocar ao ir ao centro ou qualquer outro local ( muito barro), deixar de colocar a roupa para secar dentro de casa ( muita poeira) e diminuir os gastos com pneus furados e outras avarias nos veículos, consequência das péssimas condições da estrada Acebíades Sperandio. Muito obrigada. Solange Chander

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Vereadora Marcilei Vignatti se filia ao PSB de Chapecó
Câmara de Pinhalzinho é pioneira no Brasil em realização de sessão online
Escola do Legislativo da Alesc mantém cursos online disponíveis à população
Aprovada autorização de empréstimo de quase R$ 1,7 bilhão para SC
Prefeito de Campo Erê perde cargo e terá que pagar R$ 430 mil por improbidade
Alesc cancela atividades da próxima semana e poderá realizar sessões virtuais
Frente Parlamentar lança manifesto pela preservação da economia catarinense
Vereador cobra que governo do Estado coloque em funcionamento toda a estrutura do HRO
Agente público assina termo de não persecução cível em caso de improbidade administrativa
Governador libera mais R$ 33,9 milhões em três municípios do Oeste