Estamos preparando uma abertura gradual das atividades econômicas, diz Buligon

Segundo ele, uma reunião com entidades empresariais da cidade estava marcada para tratar sobre o retorno aos trabalhos a partir da próxima semana

- Publicidade -
 

Ainda durante a coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (26), o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, enfatizou que o governo do estado e a cidade de Chapecó se preparam para a abertura gradual dos comércios e retomada das atividades econômicas, o que deve ocorrer a partir da próxima semana, conforme informação já repassada pelo governador Carlos Moisés.

Sobre isso, Buligon voltou a reforçar o exemplo da Itália, Espanha e Estados Unidos, que vivem uma situação crítica em função da explosão no número de casos da doença. "Nossa orientação vem das autoridades e saúde e também dos erros cometidos nos países da europa", enfatizou.

>> Quarto caso de coronavírus é confirmado em Chapecó <<

Buligon comentou ainda que se reuniria, na manhã da quinta, com representantes das associações comerciais da cidade para conversar e tratar especificamente sobre essa retomada dos trabalhos para a próxima semana.

Ele lembrou ainda que a agroindústria, responsável por 78% da economia de Chapecó, não parou em nenhum momento. "Manter elas em funcionamento não era importante só para Chapecó, mas também para Santa Catarina e o Brasil para evitar o desabastecimento", complementou e finalizou: "É inegável que vamos voltar às nossas atividades econômicas plenas, mas esses 15 dias serão cruciais para evitar um contágio em massa". 

Sobre o retorno das aulas - que teve paralisação por 30 dias - Buligon disse que as férias de julho serão antecipadas para esse período de paralisação, assim como períodos para capacitação de professores e, se necessário, as escolas usarão alguns sábados para repor os dias parados. "Não haverá prejuízo para o calendário escolar", disse. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecó está com três casos recuperados do coronavírus
Sobe para 379 números de casos confirmados de covid-19 em SC
Número de mortes no Brasil por conta do novo coronavírus se aproxima de 500
Governo anuncia quem pode voltar a trabalhar a partir desta segunda-feira (6)
Sexto caso do novo coronavírus é confirmado em Chapecó
Governo federal investe R$ 1 bilhão em respiradores no combate da covid-19
Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de covid-19
Santa Catarina registra 10 mortes pelo novo coronavírus desde o início da pandemia
Hospitais filantrópicos de Santa Catarina receberão R$ 276,2 milhões do governo estadual
Mais de nove mil casos de coronavírus e 359 mortes no Brasil