Eu tenho segurança na hora de pegar carona com aplicativo?

Usuários ainda se sentem inseguros na hora de usar os aplicativos de mobilidade. Sócio operador, aponta métodos usados por um dos aplicativos na cidade.

- Publicidade -
 

Camila Silveira
camila@diariodoiguacu.com.br


“Fico sempre apreensiva, na hora de usar um aplicativo para carona. Até porque são pessoas que não conheço e geralmente homens. Para uma mulher é muito mais difícil andar sozinha e depender de motoristas do sexo masculino.”, esse é o depoimento de Thaís Machado, de 21 anos, paulista que está há pouco mais de 5 meses morando em Chapecó e atualmente estuda na Universidade Federal da Fronteira Sul.

“Nunca me aconteceu nada de muito sério, mas já usaram de má fé para cobrarem valores indevidos de mim, por exemplo”, finaliza a passageira que usa aplicativos de mobilidade cerca de cinco vezes por mês em Chapecó.

Há mais ou menos dois anos, o transporte de passageiros por aplicativos virou rotina em Chapecó. Além das tarifas mais atraentes do que as praticadas pelos táxis, os aplicativos oferecem outras possibilidades como o compartilhamento de rotas e visualização dos preços antes da corrida.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp

No entanto, o uso desse meio de transporte inspira alguns cuidados e condutas que podem ampliar a segurança de todos, tanto do motorista quanto dos passageiros. Para falar um pouco sobre a segurança com uso desses aplicativos, a reportagem do Diário do Iguaçu conversou com o sócio operador de Chapecó do Garupa, Natan de Toledo Alves sobre a segurança do uso do aplicativo.

Em primeiro lugar, Natan explica que um dos maiores cuidados que a empresa tem é com a parte tecnológica. “O nosso idealizador usou do conhecimento dele e de sua equipe para fazer algo seguro tanto para o motorista quanto para o passageiro. Por isso, temos uma central 24h de monitoramento, a nossa mediadora fica em Porto Alegre, que fica responsável pelo atendimento do Brasil inteiro.”, contou Natan.

Ou seja, em toda e qualquer situação suspeita ou de risco, o mediador faz um contato direto. Além disso, todas as chamadas são rastreadas. “Nossos motoristas são treinados. Como temos escritórios nas cidades onde operamos, esses motoristas são treinados dentro do escritório, onde eles aprendem técnicas de segurança.”, contou Natan.

Meu motorista é confiável?

Natan explica que na hora de escolherem um motorista a empresa faz uma checagem documental. “Nessa checagem é solicitada também os atestados de bons antecedentes. Se ele não nos apresentar bons antecedentes, não conseguimos aprovar ele, pelas políticas da plataforma.”, esclarece o sócio operador.

E o passageiro?

No Garupa quando o passageiro faz seu cadastro, é solicitado cpf, número de telefone e e-mail. Além disso, o passageiro precisa fazer uma selfie na hora da criação da conta, não sendo possível pegar qualquer outro tipo de foto do celular para colocar como foto de perfil. “Isso gera mais segurança para o motorista, pois, quando ele ver a chamada, vai ver quem é o passageiro de verdade. Antes, as pessoas colocavam foto de pet, paisagem e isso não deixava o motorista ver quem solicitava a corrida”, explica.

::. Últimas notícias de Chapecó .::

Hoje em dia o Garupa apresenta a distância, tempo e ponto de desembarque do passageiro. “Em Chapecó é mais tranquilo, mas, em grandes centros, isso é muito importante. Até pouco tempo o aplicativo não mostrava onde ele buscava o passageiro e nem onde ele iria levar.”, conta Natan.

Garupa Mulher

Agora já funciona em Chapecó a opção "Garupa Mulher". “A passageira pode entrar no aplicativo e configurar. Se ela se sente mais segura ser transportada por uma mulher, ela vai configurar e só mulheres farão este serviço para elas. Isso porque o nosso público hoje é mais de 50% composto por mulheres.”, contou.

O aplicativo também permite que o passageiro favorite seus motoristas, isso permitirá que as próximas corridas, possam ser atendidas pelo motorista favoritado. “Isso gera uma confiança, o passageiro irá tranquilo, pois, já conhece aquele motorista.”, finaliza Natan.

Outras opções de aplicativos

Na cidade ainda tem outros dois aplicativos que fazem o serviço de transporte por aplicativo, o Uber e o 99. Confira os métodos usados para a segurança dos usuários nestes aplicativos:

Segurança no Uber

A Uber também funciona em Chapecó e todas as viagens são registradas por GPS e o usuário pode ver sua rota e a localização do carro em tempo real durante todo o trajeto.

Todos os motoristas deste aplicativo, passam por uma checagem de antecedentes criminais, feita por empresa especializada antes de começar a dirigir usando o app da Uber. Essa checagem é refeita a cada 12 meses.

Além disso, eles têm um contrato com o Serpro, empresa de TI do Governo Federal, para confirmar as informações cadastrais das pessoas que querem atuar como motoristas parceiros e de seus veículos, em tempo real, a partir das informações da Carteira Nacional de Habilitação e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, com a autorização do Departamento Nacional de Trânsito.

Tanto motoristas parceiros quanto usuários podem compartilhar a viagem com quem desejarem - com esta funcionalidade, qualquer pessoa pode acompanhar a viagem do usuário em tempo real. Os usuários também podem cadastrar Contatos de Confiança para compartilhamento automático.

Recentemente, a empresa anunciou o recurso que retira as informações exatas de endereço apresentadas no histórico das viagens dos motoristas. Em abril, foi divulgada a criação de um processo inteligente para identificar mensagens impróprias.

Usuários e motoristas parceiros também têm acesso a uma ferramenta que reúne todos os recursos de segurança em um só botão no app. Essa ferramenta serve inclusive para compartilhar as viagens com contatos de confiança e ligar para a polícia.

Recursos de segurança 99

O 99 tem tecnologia de ponta focada na prevenção, desenvolvida por uma equipe de segurança dedicada 24 horas por dia. Segundo o aplicativo, tanto os usuários quanto os motoristas são selecionados. Os passageiros contam com motoristas selecionados que passam por checagem de histórico e avaliação permanente. Já os condutores podem escolher formas de pagamento e saber quais viajantes são frequentes.

Durante a corrida, o aplicativo oferece rotas seguras com chamadas monitoradas em tempo real por inteligência artificial. Esse sistema prevê incidentes antes que eles aconteçam e, com ajuda de dados estatísticos, envia notificações de áreas de risco.

Ainda conforme o 99, a proteção ocorre em tempo integral, pois, eles têm uma equipe especializada em segurança que trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana. Em caso de emergência, você pode contatar esse time no canal exclusivo 0800-888-8999.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Veículo sai da pista e bate em bomba de reabastecimento em Itapiranga
Família procura por idoso desaparecido em Chapecó
McDonald's inaugura nova unidade neste sábado no centro de Chapecó
Prefeitura de Chapecó e Unoesc formam nova turma da UMIC
Governador anuncia a entrega de equipamentos em Chapecó
Sicredi de Chapecó promove Natal Solidário
Mulher sofre queimaduras em 75% do corpo após descarga elétrica em Chapecó
Reparo em goteiras provoca suspensão nos atendimentos no Posto do Jardim do Lago
Decoração de Natal enfeita rótulas e canteiros do bairro Efapi em Chapecó
Idoso morre após galpão desabar em Mondai