Ex-prefeita de Jaborá é condenada por crime de responsabilidade

A decisão definitiva condena Maria Eli Rodrigues de Lima por utilizar o carro da prefeitura como se fosse seu, em 2012

- Publicidade -
 

Idas ao mercado ou ao shopping e visitas à família, após o expediente e nos fins de semana, eram atividades cotidianas da ex-prefeita de Jaborá, Maria Rodrigues de Lima. O problema é que ela utilizava o carro oficial da prefeitura para percorrer esses trajetos – prática que levou a Justiça, após ação penal ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a condenar a ré pelo crime de responsabilidade por utilização indevida de bem público.

A ex-prefeita recorreu da sentença e após manifestação contrária do Procurador de Justiça Gercino Gerson Gomes Neto, teve o provimento negado pelo Tribunal de Justiça. A ré foi condenada a uma pena privativa de liberdade de três anos e quatro meses, em regime aberto, que foi substituída por serviços comunitários a serem cumpridos pelo mesmo período, somados ao pagamento de 25 salários mínimos, no valor total de R$ 15.550.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

A sentença também inabilitou a ex-prefeita para o exercício de cargo ou função pública, eletiva ou de nomeação, pelo prazo de cinco anos. Conforme a denúncia oferecida pelo promotor, Diego Roberto Barbiero, titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Catanduvas em 2013, a então prefeita guardava em sua residência o veículo oficial da prefeitura de Jaborá, sendo que o utilizava indevidamente em diversas ocasiões particulares.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Na sentença, a juíza ressaltou que os bens da administração pública são adquiridos com o dinheiro da população, sob a forma de tributos, e destinam-se exclusivamente a atender às necessidades da sociedade. Ao aplicar a pena, a magistrada afirmou, ainda, que a utilização de veículos do município causa desgaste nesses bens, gera custos de manutenção e reduz o valor deles. A decisão já transitou em julgado, ou seja, não cabe mais recurso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

PSDB realiza seminário de preparação para candidaturas de 2020
Ministro promete liberação de R$ 89 milhões para rodovias catarinenses
Docentes da UFFS podem deflagrar greve
Consuni avaliará pedido de destituição do reitor da UFFS
Mesa redonda reúne presidentes de órgãos governamentais de SC
Repasses federais destinados a SC na área da saúde poderão cair 40% em 2020
Defesa Civil interdita sede da Funai em Chapecó
Projeto que altera Fundo Eleitoral é aprovado na Câmara
Estudantes decidem desocupar sede da Reitoria da UFFS
Consuni da UFFS aprova reivindicações dos estudantes