Experiente zagueiro Kadu demonstra otimismo na Chapecoense

Jogador elogia trabalho da diretoria e aposta no sucesso do time. Defensor fez apenas dois jogos com a camisa verde-branca

- Publicidade -
 

Se depender do otimismo de Kadú, o torcedor da Chapecoense vai voltar a sorrir nesta temporada. O experiente zagueiro demonstra satisfação com o trabalho da diretoria verde-branca e aposta em sucesso neste ano de reconstrução do clube do Oeste catarinense.

“A gente precisa colocar a Chapecoense em um lugar de onde nunca deveria ter saído, que é a Série A do Brasileiro. As pessoas por trás no clube (dirigentes), hoje, estão com esse pensamento, estão vestindo a camisa. Apesar da dificuldade, eles têm se empenhado, têm sido muito transparentes. Isso tem nos deixado mais tranquilos para trabalhar. Sabemos da responsabilidade que é vestir essa camiseta”, afirmou o defensor de 33 anos.

Contratado para ser um dos líderes do elenco, Kadú assume o papel que lhe foi atribuído pela diretoria e promete alegrias à torcida. “Nós, mais experientes, temos o dever de passar para os mais jovens que este é um ano de reestruturação. O clube vai precisar muito um do outro. A gente está no caminho certo, vai ser um ano muito positivo. Vamos trazer o torcedor para o nosso lado novamente”, comentou.

Neste período de paralisação – as competições estão suspensas desde a metade de março por conta da pandemia do novo coronavírus –, Kadú optou por permanecer em Chapecó. “Fiquei na cidade e isso foi muito produtivo. Deu para conhecer mais a história do clube, as pessoas que trabalham. Conversei também com alguns líderes (do grupo de atletas). A gente tem a oportunidade na mão de estar mudando a história do clube agora”, disse o zagueiro, contratado pelo Verdão em janeiro.

Experiência é o que não falta a Kadú. Ele começou a carreira no Guarani, de Campinas (SP). Depois, defendeu Bragantino, Corinthians, Figueirense, Vitória, Braga (Portugal), Athletico-PR, Grêmio, Ponte Preta e, por último, oGoztepe (Turquia). Porém, o brasiliense Ricardo Martins de Araújo vive um momento de retomada.

Antes de assinar com a Chape, Kadú havia disputado a sua última partida no dia 7 de abril de 2019, na derrota do Goztepe por 1 a 0 para o Akhisar, pelo Campeonato Turco. Ele sofreu uma fratura na face que o deixou meses fora dos gramados, motivo que o fez querer voltar ao Brasil.

Kadu foi oferecido à direção da Chapecoense. Após passar por exames médicos, físicos e técnicos, o defensor firmou contrato até a metade deste ano. Apesar de ter feito apenas dois confrontos – lesões o atrapalharam –, o departamento de futebol decidiu estender o vínculo até o fim da temporada, apostando na evolução e na liderança do atleta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Após time árabe recuar, CSA demonstra interesse por Alan Ruschel, da Chapecoense
Mais um reforço! Chapecoense anuncia a contratação do volante Willian Oliveira
Chapecoense anuncia a contratação do atacante Fernandinho
Alan Ruschel garante desejo de ficar na Chapecoense, mas avisa: futebol é feito de oportunidades
É outra motivação, afirma Anderson Leite sobre a volta dos treinos presenciais na Chape
Sócio da Chapecoense terá novos descontos em estabelecimentos conveniados
Volante Alan Santos sobre a volta dos treinos na Chapecoense: Muita alegria
Vini Locatelli avalia volta aos gramados: A Chape está nos dando toda a segurança
Técnico Umberto Louzer valoriza marca na Chapecoense: 100 dias é um número expressivo
Avaliações físicas marcam volta dos atletas da Chape ao CT