Ezequiel se considera experiente e diz que pode ajudar muito os jovens da Chapecoense

Jogador de 26 anos já defendeu Criciúma, Cruzeiro, Fluminense e Bahia

- Publicidade -
 

O lateral direito Ezequiel não tem condições legais de estrear pela Chapecoense nesta quarta-feira (19), às 19h15, contra o Boavista, em Saquarema (RJ), pela Copa do Brasil, mas é reforço certo para a sequência da Série A do futebol catarinense.

O novo reforço verde-branco faz atividades no clube do Oeste desde a semana passada e foi apresentado oficialmente na tarde desta segunda (17), na sala de imprensa da Arena Condá. Aos 26 anos, ele chega como negócio de ocasião e com a missão de ser titular. Vai disputar posição com Marcos Vinícius e Matheus Ribeiro.

O atleta foi revelado no Criciúma. Em 2016, acabou negociado ao Cruzeiro, onde atuou até 2018. Ainda passou por Fluminense e Bahia, em 2019. No clube baiano, emprestado pelos cariocas, fez a sua última partida oficial, no dia 18 de agosto do ano passado, pelo Brasileirão, ou seja, há exatos seis meses.

Em entrevista coletiva, Ezequiel falou sobre o que influenciou para escolher a Chape. “O motivo maior foi a camisa da Chapecoense. Chegou a hora de vestir essa camisa e de mostrar resultado. Tenho certeza que vai ser um grande ano e uma grande trajetória com essa camisa”, disse o atleta.

Ele também analisou a recepção no clube e cidade. “A recepção foi muito boa, não só dos jogadores, mas também da comissão, de todo staff do clube, da cidade e dos torcedores. Por ser do Estado, por ser aqui do Sul, acho que já me sinto em casa, a cidade tem características de onde eu moro, então estou me sentindo muito bem”.

Por fim, comentou como pode ajudar o Verdão. “Na parte da experiência eu posso ajudar muito. Já disputei alguns campeonatos catarinenses, Série B, Série A e campeonatos sul-americanos. Então, acho que nesse quesito eu posso agregar muito para os jovens também. Estou em um processo de evolução, de aprender, de buscar meu melhor futebol novamente”.

Ezequiel estava livre no mercado desde dezembro, quando seu vínculo com o Fluminense encerrou. Ele assinou contrato com o Verdão até o fim de 2020. O defensor poderá estrear no dia 1° de março, um domingo, diante do Figueirense, em Florianópolis, pelo Estadual, o próximo compromisso da agremiação após o duelo no Rio de Janeiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense dá férias aos atletas e não deverá voltar a jogar antes do dia 10 de maio
"Quarentena não é férias", diz fisiologista da Chapecoense. Atletas fazem atividades em casa
Chape publica balanço financeiro de janeiro e fevereiro: déficit chega a R$ 1,7 milhão
Técnico da Chapecoense usa quarentena para avaliar rendimento do time
Chapecoense encaminha reforços para a Série B, mas espera para bater martelo
#FiqueEmCasa. Chapecoense faz campanha de prevenção contra o novo coronavírus
Atenção, torcedor! Chapecoense suspende atendimento presencial na central do sócio
Chape suspende treinos por conta do coronavírus! Médicos do clube falam sobre o assunto
Jogadores da Chape voltam aos treinos, mas programação da semana pode ser cancelada
Chapecoense vence Tubarão, se classifica e vai enfrentar o Avaí nas quartas de final