Flagrante de transporte irregular de casa é feito entre Coronel Freitas e Chapecó

Segundo a PRF, fato teria acontecido na madrugada desta segunda-feira (15), e sem autorização dos órgãos responsáveis

- Publicidade -
 

Um caminhão transportando uma casa de madeira de forma irregular foi flagrado transitando entre a SC-157, entre Coronel Freitas e Chapecó, e também pela BR-480 em Chapecó.


A largura da casa transportada era muito superior à da via, invadindo a pista contrária e o transporte era feito sem autorização e sem a sinalização adequada.


O transporte, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), é irregular e foi flagrado na madrugada desta segunda-feira (15) em Chapecó.


As cenas foram gravadas por um grupo que pessoas que seguia em direção a Chapecó e flagrou vários veículos fazendo manobras para desviar do veículo com a casa, que inclusive passou sobre o elevado para entrar na BR-480 em Chapecó.


De acordo com o inspetor da PRF, Luiz Grazziano, o transporte de cargas excedentes (maiores que a largura dos caminhões que é de, em média, 2,60m), exige uma Autorização Especial (AET) que deve ser solicitada ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) em caso de circular por rodovias federais, e ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), quando for em uma rodovia estadual, que ainda vão determinar outras ações de segurança no trajeto por onde a carga passar e comunicar às polícias responsáveis.


No caso do vídeo, Grazziano enfatiza que o transporte ocorreu de maneira irregular e realizado durante a madrugada para burlar uma possível fiscalização. Caso tivesse sido abordado, a infração para o responsável é considerada grave e a multa é de R$ 195,23, mais a apreensão do veículo. “Mas vale o alerta, porque ele colocou várias pessoas em risco”, destacou o inspetor.


O subtenente da Polícia Militar Rodoviária, Fabiano André dos Santos, reforça ainda que as AETs, são destinadas principalmente para cargas indivisíveis (turbinas, peças para usinas etc) e que o transporte de casas não se encaixaria nestas especificações, por este motivo o Deinfra não tem concedido autorização para este tipo de transporte.


Ele conta que no último mês, a PMRv instaurou um procedimento para apurar a conduta de dois condutores que fizeram este tipo de transporte de Coronel Freitas para Chapecó, considerando a exposição ao risco de morte para os demais condutores. “Nesta situação, cabe o Termo Circunstanciados, multas administrativas referentes ao transporte sem autorização e também às condições do veículo para a circulação”, orientou.


Ele pede que quem flagrar este tipo de cena, comunique a PMRv se o transporte ocorrer em SCs – ou a PRF – em caso de BRs – para que se faça a abordagem. 




Foto: Reprodução/Whatsapp




DEIXE SEU COMENTÁRIO

Homem é flagrado transportando casa com máquina agrícola em Caibi
Mulher que matou a irmã mais nova por ciúme tem condenação mantida pelo TJ
Moradores reclamam de barro em rua do Bairro Palmital
Mulher é condenada a 2 anos de prisão em regime aberto por torturar a filha em Chapecó
Operador de guincho fica ferido em acidente perto da obra do elevado em Chapecó
Rede Catarina promove 1º encontro para orientar e ouvir agressores em Chapecó
Incêndio destrói casa no bairro Vila Mantelli em Chapecó
Trabalhador fica ferido ao cair de 5 metros de altura em Chapecó
Cresce o número de andares em edifícios de Chapecó
Justiça determina prisão preventiva do suspeito de matar vizinho em Chapecó