Golpe dos leilões é alvo de alerta do TJSC

Falsos portais de leilões oferecem veículos e imóveis e pedem um lance do interessado, mas não permite a vistoria dos bens supostamente leiloados

- Publicidade -
 

Mais uma ação de golpistas é alvo de alerta do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Desta vez, falsos portais de leilões – que utilizam indevidamente e sem autorização as logomarcas de instituições catarinenses, entre elas o próprio TJSC – oferecem imóveis e veículos supostamente em leilões públicos.

Alegando o fator da pandemia, os sites informam que não podem mostrar os veículos ou imóveis em oferta, e por isso precisam receber um lance da pessoa interessada. Os golpistas prometem entregar o bem comprado em dois dias. “Com isso, o cliente quita o boleto ou realiza o depósito bancário. Depois de dois dias, contudo, sem qualquer avanço na negociação, percebe que caiu em um golpe”, explica o TJSC.

O NIS destaca ainda que se trata de um golpe, reafirma a inexistência de autorização de qualquer espécie para uso da logomarca do TJSC, e já tomou as medidas cabíveis contra as irregularidades.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caminhoneiro de Xanxerê é morto em Ponta Grossa
Jovem empina moto, é flagrado pela polícia e cai durante a fuga em Chapecó
Jovem é esfaqueado em Chapecó
Dois são presos após carro invadir muro de residência em Chapecó
PRF recupera caminhonete furtada, clonada e com placas falsas em Xanxerê
Homem força esposa a tomar veneno em Iraceminha
Justiça mantém fiança para homem que organizou festa em Chapecó
PRF apreende 96 caixas de vinhos contrabandeados em Guaraciaba
Três são presos por furtos em residências em Chapecó
PM flagra festa em casa no bairro Efapi, em Chapecó