Governador Carlos Moisés entrega novos respiradores ao Hospital Regional do Oeste

Leitos de UTI para pacientes com covid-19 no HRO passam de 26 para 36 unidades

- Publicidade -
 

Bruno Pace Dori
politica@diariodoiguacu.com.br

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), realizou na manhã desta sexta-feira (29) uma visita ao Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó. Acompanhado pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e do prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (PSL), além de diretores do HRO, o governador fez a entrega de dez novos respiradores ao HRO, que serão utilizados em leitos de UTI para o tratamento de pessoas vítimas do novo coronavírus.

Moisés ativou os dez novos leitos de UTI, com a entrega dos ventiladores pulmonares. Com o início desta operação, será aberto mais um andar da nova torre do hospital, inaugurada em fevereiro. Na solenidade desta sexta-feira, o governador ressaltou que a ativação dos leitos ajudará a salvar vidas em toda a região Oeste, a mais afetada pela pandemia até o momento. “A função do Estado é oferecer o tratamento adequado a todos que necessitem”, comentou.

Com isso, o HRO passa dos atuais 26 leitos de UTI reservados para pacientes com covid-19 para um total de 36 leitos de UTI para essa finalidade. Os dez respiradores que serão instalados em Chapecó fazem parte do primeiro lote de 100 que já foram entregue ao Estado, do total de 500 equipamentos e monitores adquiridos da empresa WEG, de Jaraguá do Sul (SC). Outros dez produtos serão instalados no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste.

Desde o início da pandemia, o governo do Estado homologou 25 novos leitos de UTI somente no Hospital Regional de Chapecó, que agora serão custeados pelo governo federal através do Sistema Único de Saúde (SUS). Na região Oeste são hoje 125 leitos de UTI para covid-19, nos hospitais de Chapecó, Concórdia, Xanxerê, Maravilha e São Miguel do Oeste. Segundo Moisés, todas as regiões do Estado serão contempladas com mais leitos de UTI nos próximos meses.

Reunião decidirá sobre possível flexibilização de atividades em Chapecó

“No início da pandemia, a gente começou a mapear os hospitais capacitados para novos leitos de terapia intensiva. Nós a semana passadas instalamos 400 leitos novos em todo o Estado e agora serão, pelo menos, mais 500, com a entrega dos respiradores da WEG. Nós vamos entregar na medida da necessidade de cada cidade. O quantitativo de leitos que desejamos, baseado em parâmetros internacionais, são três leitos de UTI para cada 10 mil habitantes”.

Questionado a respeito dos 200 respiradores que foram adquiridos da empresa Veigamed, cujo primeiro lote de 50 unidades foi finalmente liberado pela Receita Federal, Moisés disse que o Estado fará uma análise técnica para avaliar se eles podem ser usados em UTI. “Vamos reunir técnicos do Estado e privados, para que seja imparcial, e analisar. Se não for adequado, todas as medidas de recuperação ao erário público vão ser tomadas pelo Estado”, afirmou.

Sobre o valor pago, de R$ 33 milhões, o governador destacou que a análise determinará se o preço de cada unidade – cada respirador custou R$ 165 mil. “Faremos uma avaliação do preço desses equipamentos, se são compatíveis ou não. Se faz um reequilíbrio contratual, se for o caso. São várias medidas que o governo pode tomar. Se os respiradores não são os que foram contratados, vamos tomar medidas, como bloqueio de bens. O erário precisa ser protegido”.

MP para beneficiar funcionários da Saúde

O governador Carlos Moisés também anunciou em sua passagem por Chapecó que a Medida Provisória 228 entrará em vigor a partir do dia 1º de junho e valerá até 30 de setembro. Trata-se de um instrumento temporário para reequilibrar a remuneração dos profissionais de saúde da rede estadual por conta da nova realidade de trabalho frente à pandemia de covid-19. “O momento é de união de forças. O Estado está preparando leitos novos em todas as regiões”.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Saiba como está a situação do coronavírus por bairro em Chapecó
Chapecó tem 3.148 casos confirmados de coronavírus
SC confirma 38.408 casos e 447 mortes por coronavírus
Sobe para 367 o número de casos ativos de coronavírus em Chapecó
Estado confirma 36.810 casos e 432 mortes por Covid-19
BRF doa álcool gel, sabonete líquido e máscaras para o HRO de Chapecó
Presidente Bolsonaro testa positivo para covid-19
Chapecó passa dos 3 mil casos de coronavírus
Região Oeste tem quase quatro vezes mais casos de covid-19 do que o estimado
Chapecó e Joinville são as cidades com maior número de casos