Governador vistoria obras da SC-467 entre Jaborá e Ouro

Com mais de 90% dos trabalhos concluídos, visita foi realizada na tarde desta quinta-feira (28)

- Publicidade -
 

O governador Carlos Moisés vistoriou, nesta quinta-feira (28), a obra de pavimentação da SC-467, que liga as cidades de Ouro e Jaborá, no Meio-Oeste catarinense. A estrada está com 91% dos trabalhos concluídos e deve ser finalizada até agosto. Desde o fim de abril, todo o asfalto foi colocado, restando serviços de acabamento, tais como sinalização, drenagem e paisagismo. O investimento do Governo do Estado para a finalização da obra é de R$ 28,6 milhões.

A SC-467 tem aproximadamente 30 quilômetros de extensão, no trecho entre Ouro e Jaborá. A visita foi acompanhada pelo secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, pelo deputado estadual Romildo Titon (MDB), e prefeitos de Ouro, Neri Miqueloto (PSD), de Jaborá, Adelir Inácio (PT), e de Capinzal, Nilvo Dorini (MDB). Em um encontro com as autoridades na cidade de Ouro, Moisés destacou o simbolismo da pavimentação da SC-467.

Além de ajudar a escoar a produção da região, diminuindo distâncias, a obra é uma mostra de que o governo do Estado não parou mesmo durante a pandemia, com os trabalhos ocorrendo de maneira acelerada. “A obra está quase concluída e já facilitou muito a vida de quem vai a Chapecó, por exemplo. Apesar das dificuldades com a pandemia, os projetos continuaram. Agora eu quero voltar aqui em breve para inaugurar esta rodovia”, comentou Carlos Moisés.

Vieira lembrou que a pavimentação teve início há sete anos e parou por duas oportunidades. Desde o fim do ano passado, quando a obra foi retomada e assinatura da ordem de serviço, os trabalhos foram realizados com muita agilidade, inclusive adiantando o cronograma. “Depois de muitos percalços, nos últimos seis meses conseguimos um ritmo acelerado, executando aproximadamente 40% da obra. Essa é uma ligação que vai beneficiar todo o Oeste”, disse.

Fim de uma espera de 40 anos

O agricultor Deonir Dalposso, 60 anos, viu a abertura da estrada no fim da década de 1970. Há 40 anos, ele esperava pela pavimentação da SC-467, que se tornou realidade há cerca de um mês, com o asfaltamento do trecho em frente à sua propriedade, onde produz milho e cria aves e bovinos. Ao lado da esposa Aldete e da neta Leidhiane, ele conta que percorre em pouco mais de cinco minutos um trecho que levava até meia hora em dias de chuva.

“O deslocamento fica bem mais fácil, e também valorizou o nosso terreno. Antes era bem mais difícil o acesso. Nós precisávamos bastante desse asfalto. Agora já estamos vendo caminhões bitrem passarem por aqui”, contou o agricultor.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
Digitalização acelera análise de obras em Pinhalzinho
Deputados cobram mais leitos de UTI nos hospitais de Santa Catarina
Governo catarinense pede autorização para abertura de crédito de R$ 75 milhões para a covid
Comissão Gestão de Águas realiza encontro com moradores do loteamento Zanrosso
Morre Nelso Foralosso, ex-vereador de Xavantina
Luciane Stobe confirma sua pré-candidatura a prefeita de Chapecó
CPI dos Respiradores encaminha 15 perguntas ao governador Carlos Moisés
Governo do Estado anuncia Enio Parmeggiani no comando da SCPar
Douglas Borba e advogado deixam a prisão após conseguirem habeas corpus